segunda-feira, 11 de março de 2013

Borges decisivo marcou duas vezes: 3x2

Araxá  2 x 3 Cruzeiro - Estádio Fausto Alvim - 5ª rodada do Camp. Mineiro 2013 

Borges, decisivo.
O banco decidiu
Dois jogadores que vieram do banco foram decisivos para a vitória celeste. Élber e Borges. Elber logo que entrou no 1º lance recebeu falta violenta que causou a expulsão do defensor do Araxá. Logo em seguida o Cruzeiro fez o gol num escanteio orginado após a cobrança de falta sofrida por Elber. Paulão Caveirão fez seu 1º gol com a Camisa Celeste no lance, empatando o jogo. Logo em seguida em bela jogada de Diego Souza Borges arrematou com pé trocado para o fundo das redes e passávamos à frente.
O Araxá cobra pênalti e empata novamente, mas não passaram mais que 4 minutos e o Cruzeiro tomava de novo a frente no placar com mais um gol de Borges.

Arbitragem
Como anda mal a arbitragem mineira. Como é titubeante. Não tem como aceitarmos essa arbitragem tão vacilante nas semi-finais. A diretoria já deveria ir se articulando para exigir árbitros de fora. No lance com Elber (o 1º com Carlão) o juiz já deveria ter dado o vermelho de cara. Deu um amarelo e por ser o 2º deu o vermelho. Depois noutro lance ainda mais violento contra o mesmo Elber o juizinho cego só deu um amarelo. Amarelou. 

Dificuldades
O time sofreu muito com a retranca do Araxá. Precisamos criar alternativas para esses casos, o time não pode ficar amarrado como no 1º tempo. Com a entrada de Elber e Borges a movimentação melhorou muito e logo passávamos á frente no marcador. Ta certo que  Marcelo Oliveira vem testando formações diferentes, isso é válido e necessário, mas é preciso usar os erros para aprendizado, não que isso não esteja ocorrendo, mas é exatamente do que precisamos.

FICHA TÉCNICA
ARAXÁ 2 X 3 CRUZEIRO
Araxá: Marcelo Cruz, Rodrigão Mineiro, Rodrigão Paulista, Carlão, Osvaldir; Balduíno, Bruno Moreno (Roberto Jacaré), Evandro (Michel Cury), Fabiano; Fabrício Carvalho e Breitner (Bruno). Técnico: Flávio Lopes
Cruzeiro: Fábio, Ceará, Nirley, Paulão, Everton (Luan); Leandro Guerreiro, Nilton, Éverton Ribeiro, Diego Souza; Dagoberto (Elber) e Vinícius Araújo (Borges). Técnico: Marcelo Oliveira
Gols: Rodrigão Paulista (aos 45' do 1º tempo); Paulão (aos 18'), Borges (aos 20' e 28') Fabrício Carvalho (pênalti) (aos 22' do 2º tempo)
Motivo: jogo válido pela 5ª rodada do Campeonato Mineiro
Data: 10 de março de 2013
Estádio: Fausto Alvim
Local: Belo Horizonte
Árbitro: Cleisson Veloso Pereira
Auxiliares: Marcus Vinícius Gomes e Frederico Soares Vilarinho
Público: 5 mil pagantes
Renda: R$ 186.000,00
Cartões amarelos: Bruno Moreno e Rodrigão Paulista (Araxá); Everton (Cruzeiro)
Cartão vermelho: Carlão (Araxá)


2 comentários:

FuteB.R.O.N.C.A.! disse...

Destaco dois fatos: se a arbitragem mineira está péssima, ela não está pior do que a arbitragem nacional, ruim como um todo. Parecem os árbitros nivelados por baixo, sem treinamento e até mesmo interesse em se aperfeiçoarem.

Outro ponto que destaco, diz respeito ao Estadual como um todo. Estando o Galo na Libertadores, creio que a "obrigação" da Raposa aumente. A pressão certamente será grande.

Saudações!!!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map