sábado, 21 de setembro de 2013

Cruzeiro atropela vice-líder e dispara na liderança: 3x0

Cruzeiro 2 x 0 Botafogo - Mineirão - 22ª Rodada - Camp. Brasileiro de 2013 

Noite enluarada ou estrelada?
Foi uma bela noite para se apreciar um grande espetáculo futebolístico. Quem pagou caro pelo ingresso com certeza não se arrependeu. O jogo foi aberto, os dois times buscando a vitória quase que o tempo todo. Ao contrário do que previam entendidos nenhum dos times se acovardou e ficou na espectativa de um erro do adversário para se aproveitar do lance. Venceu o melhor, venceu o time que tem um elenco mais regular, venceu o time que vem mostrando o futebol mais empolgante desse Brasileirão.

O jogo.
Uma partida que deu prazer de ver. Dois bons times em campo abertos e totalmente ofensivos. É certo que o Botafogo teve bem mais dificuldades de entrar na área Azul, mas lá esteve e também levou perigo ao gol de Fábio. O pênaty perdido por Seedorf foi emblemático. As coisas davam muito certo pelo lado azul e nem tanto do lado da estrela solitária. O belo lance que resultou num gol histórico do Nilton mostra bem isso. Noutra situação aquela bola iria por cima do travessão. O banco fez a diferença pró-Cruzeiro. Júlio Batista fez os outros dois gols. Um no penal sofrido por Everton Ribeiro, outro numa assistência abnegada de Dagoberto que poderia ter tentado (talvez perdesse pela posição em que se encontrava) ao invés de passar a bola ao companheiro.

Arbitragem, de novo.
Mais uma vez tivemos uma arbitragem ruim. Penais marcados corretamente, mas quanto à distribuição de cartões, QUANTO EQUÍVOCO! Primeiramente que o juiz não usou um critério igual para os dois lados. Apitava muito mais contra o Cruzeiro, foi nítido isso. Deixou de dar vermelho por pelo menos duas vezes para jogadores do Botafogo. Segurou o amarelo para os dois times.

Na tabela.
Agora o Cruzeiro conseguiu impor 7 pontos de vantagem ao segundo colocado. Uma boa margem que lhe dá a segurança e o luxo de poder perder 2 partidas que não perderá a liderança. É colocar a cabeça no lugar, focar cada vez mais porque a imprensa vai pressionar muito para tirar o Cruzeiro do lugar que ele conquistou por seu exclusivo mérito e merecimento. Devemos todos estar #fechadoscomoCruzeiro.

Noite estrelada... as 5 estrelas brilharam mais que a lua.
FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 3 X 0 BOTAFOGO
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 18 de setembro de 2013, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: Anderson Moraes Coelho (SP) e Marcelo Barison (RS)
Cartões amarelos: (Cruzeiro) Júlio Baptista (Botafogo) Elias
Gols:
Cruzeiro: Nilton, aos 46 minutos do primeiro tempo; Júlio Baptista, aos 36 e aos 42 minutos do segundo tempo
CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Nilton (Henrique), Lucas Silva, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart (Dagoberto); Willian e Borges (Júlio Baptista)
Técnico: Marcelo Oliveira
BOTAFOGO: Jéfferson; Edilson, Bolívar, André Bahia e Júlio César; Marcelo Mattos, Renato (Hyuri), Seedorf, Lodeiro e Elias (Alex); Rafael Marques (Henrique)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map