segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Cruzeiro faz REVIRADA espetacular, digna de campeão: 5x3

Cruzeiro 5 x 3 Criciúma - Mineirão - 31ª rodada - Camp. Brasileiro 2013
Emocionante a emoção do CiBorges após o seu 2º gol.
Dagoberto mostrou garra e chamou a responsabilidade.
REVIRADA
O Cruzeiro começou na frente. Logo aos 12 minutos abriu o placar e aos 18 ampliou. O Cruzeiro torpedeava o gol de Gallato e já tinha uma bola na trave e pelo menos duas grandes defesas de Gallato que sem dúvidas foi o melhor em campo do Criciúma. O jogo seguia controlado e o time, como é natural diminuiu um pouco o ritmo. Uma falta muito bem batida pelo Criciuma alterou o panorama do jogo aos 33; aos 41 uma falha da defesa que rebate uma bola e a coloca nos pés do atacante do Tigre. Aos 45 nova falha do setor defensivo e o Criciúma virava o jogo. Veio o 2º tempo e o Cruzeiro começou mordendo. Logo aos 3 o time catarinense teve seu jogador expulso. O Cruzeiro continuou torpedeando o Criciúma e essas alturas o jogo era só ataque contra defesa. Aos 12 Borges aproveita um lançamento de Mayke que Willian desviou com o calcanhar, se vira e fuzila. O jogo esta empatado. Aos 30 Elber faz lançamento perfeito na área e encontra Borges desmarcado que sobe muito e cabeceia para o gol. É A REVIRADA CELESTE: 4X3. Aos 37 Dagoberto que realmente vem chamando pra si a responsabilidade nesta reta final, após belo lance de Júlio Batista, roubou espertamente a bola e foi seguro pelo adversário. Pênalti que ele mesmo bateu e fechou o placar para o Cruzeiro.

Polêmica
Impressionante a má vontade da imprensa do eixo contra o Cruzeiro, acrescida de comentaristas mineiros otários que tem a alma repleta de penas rosas (torcedor do time Rosa de Minas o 6alo). O lance da expulsão ecoou no Brasil inteiro como determinante do resultado, absurdo midiático pois a proposta do Criciúma era de segurar o resultado o que óbviamente não iria conseguir com ou sem expulsão. Quase todos acharam que foi injusta a expulsão e criticaram pesadamente o árbitro. Nos dois lances que envolveram o tal Suéliton houve sim as faltas. Uma por praticar o anti-jogo segurando Willian (Willian o segurou também, mas após ter sido agarrado perdeu o equilíbrio e fez o mesmo, mas recebeu a falta que é interpretativa se haveria ou não cartão, mesmo caso da 2ª falta do jogador do Tigre, cada juiz poderia dar ou não o cartão), e no segundo lance por jogada temerária. Ele deixou a perna para derrubar o mesmo Willian. Justas ou não é difícil falar, mas os dois casos foram falta. Um ou outro talvez não marcasse uma ou as duas, um ou outro talvez não desse cartão numa ou noutra, mas ESSE juiz deu e não pode ser crucificado pois inclusive estava bem perto nos dois lances.

A taça
Esta cada vez mais próxima da Toca da Raposa. Com a derrota do rival sulista pelo Coritiba por goleada a diferença aumentou e o cavalo paraguaio carioca até chegou perto do Grêmio e agora temos dois times na vice-liderança a longínquos 12 pontos de nós. Só nos resta ter bastante calma e segurar o grito de campeão por pelo menos mais duas rodadas, já que projeções afirmam que com uma vitória sobre o Santos e o Grêmio já poderemos nos considera campeões. Eu prefiro ir fazendo a conta rodada a rodada!

Belos gols
Todos os gols celestes tiveram uma beleza que faz do futebol um esporte apaixonante. O de Dagoberto foi então o que chamamos de gol de placa. Após a deixada para trás de Everton Ribeiro ele bateu de prima, indefensável. Borges até chorou ao marcar seu 2º gol numa cabeçada incrível. Emocionante!



FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 5 X 3 CRICIÚMA
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 26 de outubro de 2013, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO) e José Antônio Chaves Franco Filho (RS)
Cartões amarelos: (Cruzeiro) Dedé, Borges (Criciúma) Sueliton, Douglas, Henik
Cartão vermelho: (Criciúma) Sueliton
Gols:
Cruzeiro: Everton Ribeiro, aos 12 e Dagoberto, aos 18 minutos do primeiro tempo; Borges, aos 12 e aos 30 e Dagoberto aos 39 minutos do segundo tempo
Criciúma: João Victor, aos 33, Lins, aos 41 e Ricardinho, aos 46 minutos do primeiro tempo
CRUZEIRO: Fábio; Ceará (Mayke), Dedé, Léo e Egídio; Henrique (Júlio Baptista), Lucas Silva e Everton Ribeiro; Dagoberto, Willian (Elber) e Borges
Técnico: Marcelo Oliveira
CRICIÚMA: Galatto; Sueliton, Matheus Ferraz, Fábio Ferreira e Marlon; Henik, Ricardinho (Cassiano), João Vitor e Ivo (Ezequiel); Lins e Marcel (Douglas)
Técnico: Argel Fucks

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map