sexta-feira, 21 de março de 2014

Cruzeiro se complica na L.A. cedendo empate em casa: 2x2

Cruzeiro 2 x 2 Defensor -  Mineirão - Toca III - Fase Classificatória - Libertadores 2014
Complicou
Com o empate o Cruzeiro agora se encontra em situação complicadíssima na Libertadores. Terá de torcer contra os adversários para conseguir uma combinação de resultados que possam lhe dar a classificação. Não vai depender mais somente de seu esforço. O que deixa o torcedor frustrado é que o Cruzeiro tinha time para se classificar com folga neste grupo. Não que o Defensor e Universidad sejam tão ruins, mas com absoluta certeza, o Cruzeiro tem muito mais time que os dois juntos. Isto é fato! Falta então outra coisa que eles tem demonstrado ter mais que o Cruzeiro: empenho!
 
Sem explicação
O que ocorreu na noite desta quinta-feira no Mineirão não tem explicação... não tem explicação lógica porque o futebol não é lógico. Mas tem milhares de explicações que nos momentos pós-jogo campeiam nas conversas entre torcedores. Marcelo substituiu mal, era no lugar de R.Goulart que Willian deveria ter entrado e não aos 23 do 2º tempo mas nos primeiros 10 minutos. Elber poderia e deveria mesmo ter entrado mas no lugar do Everton Ribeiro e também bem mais cedo, por volta dos 25 minutos. A substituição aos 45, faltando minutos para terminar o jogo, feita para "ganhar tempo" foi um erro crasso do técnico. Se quisermos ser mais duros ainda com o técnico poderíamos dizer até que a substuição esta diretamente ligada ao gol de empate do Defensor pois, desconcentrou por segundos o elenco o que facilitou a bobeada do sistema defensivo Celeste, e por conseguinte ocasionou o gol nos minutos imediatamente posteriores á substituição.

Bobearam
O Cruzeiro bobeou não foi somente no momento do 2º gol do Defensor. Infelizmente os jogadores brasileiros NÃO APRENDEM nunca a jogar a Libertadores. Todos estamos cansados de presenciar e criticar a postura dos times latinoamericanos neste torneio. A catimba, a cêra, as provocações tudo isso são coisas MUITO ANTIGAS, sempre existiram e pelo "andar da carruagem" estão bem longe de desaparecer entre as artimanhas destes times para conseguir resultados, principalmente contra os brasileiros. O Cruzeiro caiu mais uma vez nessa armadilha infantil. Dagoberto foi bem substituído porque com certeza seria expulso, estava muito nervosinho.



FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 2 X 2 DEFENSOR-URU

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 20 de março de 2014, quinta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Mauro Vigliano (ARG)
Assistentes: Diego Bonfá e Javier Uziga (ambos da Argentina)
Cartões amarelos: Dagoberto, Bruno Rodrigo (Cruzeiro); Zeballos, Correa (Defensor-URU)
Cartões vermelhos: Nilton (Cruzeiro); Malvino (Defensor-URU)
Gols:
Cruzeiro: Everton Ribeiro, aos 49 minutos do primeiro tempo: Júlio Baptista, aos 17 minutos do segundo tempo
Defensor-URU: Felipe Gedoz, aos 20 e Zeballos aos 48 minutos do segundo tempo
CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Nilton, Lucas Silva, Everton Ribeiro (Willian) e Ricardo Goulart (Elber); Dagoberto (Rodrigo Souza) e Júlio Baptista
Técnico: Marcelo Oliveira
DEFENSOR-URU: Campaña; Zeballos, Correa, Malvino e Herrera; Gino, Arrascaeta, Fleurquin (Amado) e Cardaccio; Felipe Gedoz (Luna) e Alonso (Silva)
Técnico: Fernando Curutchet

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map