terça-feira, 2 de setembro de 2008

O outro lado da moeda?



Falar mal do Adílson tem sido muito fácil. Qualquer um que entenda o mínimo de futebol consegue enxergar uma substituição errada, uma escalação indevida ou uma tática de jogo que não poderia ser aplicada numa determinada partida. Qualquer um mesmo. Não só com relação ao Adílson Batista, mas a qualquer técnico de futebol ou mesmo de outros esportes coletivos. “Achar” erros, ou mesmo “achar que achou erros” é uma tarefa quase infantil, muito fácil de ser executada, não requer muitos conhecimentos, nem profundidade de raciocínio.

O difícil é achar os erros e mostrar porque eles estão existindo, ir identificando e dissecando cada um deles, cada postura errônea desse ou daquele jogador, cada posicionamento do time ou de um ou mais jogadores nos jogos, que seja do ataque, do meio-campo ou da defesa. É diagnosticar que o time não tem padrão de jogo, não tem uniformidade tática ao longo de uma competição.

Quando começo a ler um texto que vai logo execrando o técnico, paro logo no princípio. Já sei tudo que vai ser escrito alí. Não precisa ler. Como disse o PATO, definindo o comportamento do nosso time nos últimos jogos, no seu ótimo blog O GUERREIRO DOS GRAMADOS, este tipo de texto é também pragmático.

Todos que nos acompanham aqui, sabem que sempre demos valor a Adílson Batista, sempre acreditamos no seu trabalho. Somos contra torpedear o técnico com tudo quanto é crítica sem valorizar seus acertos que não são poucos, todos sabem disso. Mas porque preferimos agir assim, ao invés de criticar e mal falar de Adílson como tem feito muitos dos Cruzeirenses, porque não seguir com a maré:
PRIMEIRO PORQUE COMO JÁ DISSEMOS achamos errado não enxergar os acertos do técnico, segundo porque ele VESTE a camisa do CRUZEIRO hoje, e em 3º lugar porque não vemos ninguém que pudesse substituí-lo no MOMENTO, por um ou por outro motivo. (Luxemburgo, Muricy, Ney Franco, Filipão, qual deles seria melhor para o Cruzeiro? Não sabemos, o certo é que nenhum viria no momento.)

Um bom texto sobre o que vem ocorrendo no comando técnico da Raposa pode ser lido no blog que citamos acima, alí Pato o editor do mesmo, faz um raio-x dos últimos equívocos de Adílson Batista.

Nesse texto o editor enxerga, como eu também, que ele (Adílson) tem cometido erros. Temos consciência disso. Ele os comete como qualquer pessoa humana, só que à frente de um clube de futebol, cometer erros e seguidamente pode ser muito doloroso, muito perigoso e pode lhe custar o emprego.

No jogo contra o Coritiba, por exemplo, Adílson pode ter cometido vários erros. Digo pode, porque se tivéssemos vencido o jogo por 2x0 (e tivemos mais perto disso do que do empate) muitos dos seus críticos contumazes não estariam hoje pela internet, freqüentando blogs e sites para fazer críticas as mais diversas ao técnico e esses erros, talvez nem seriam diagnosticados por muitos destes.
Ao substituir Weldon por Elicarlos ele errou, deveria de ter dado chance a Jajá, seria o lógico. Mas também pode ser que isso não resolvesse, tínhamos outros problemas nesta partida.

O Cruzeiro jogar no contra-ataque com o Coritiba, em pleno Mineirão é algo que não dá pra se conceber, mas foi o que o time fez. Tentou segurar o 1x0 jogando no contra-ataque, a pressão foi muita e dava pra se prever que não seria possível segurar, se bem que “quase” deu.

Ao adiantar o Wagner talvez Adílson Batista tenha errado mais ainda. Wagner já fez essa função em outras ocasiões sobre o comando de A.Batista e ficou provado que não a desempenha satisfatoriamente. Aí é que poderia ser que Jajá jogando avançado no lugar de Weldon desse algum resultado, mantendo-se o Wagner na sua posição de origem onde todos sabemos que ele mais rende.

Esse seria o seu maior erro, já que, tendo feito essas alterações anteriormente e visto que não surtem o efeito desejado ele insiste nas mesmas. Outro erro tem sido a recorrente escalação de alguns jogadores que não conseguem se apresentar com um mínimo de qualidade no seus desempenhos que lhes garantam novas chances. Mais um motivo de crítica seria a postura que às vezes tenta impor ao elenco sendo que já é sabido que mais difícil que atacar é defender e quase que invariavelmente quem se retrai tentando segurar um resultado acaba por ser abatido.
Outra questão seria a falta de jogadas não digo ensaiadas, mas que existam como opção ofensiva. Quantos gols o Cruzeiro fez nas cobranças de escanteio? Será que não há ninguém que possa ser um cobrador de faltas no time? Não temos ninguém em quem possamos ter confiança. Tá certo que isso passa muito mais pelo talento do jogador, mas às vezes um jogador que chuta forte tendo um treinamento específico consegue resultados notáveis nesse quesito.

Mas não há como negar que Adílson tem feito de um elenco mediano um bom time, claro que alguns resultados frustram o torcedor, mas na média, o desempenho do time surpreende, só que o torcedor na maioria das vezes é imediatista e voluntarioso. Se chegamos a ser líder temos de continuar no topo a todo custo, é o pensamento geral, o que na realidade não é errado, ponderemos.

Adílson Batista só tem feito valorizar a máxima: A UNANIMIDADE È BURRA!




****

O goleiro Fábio seria a maior perda do Cruzeiro, na opinião dos nossos leitores.

ENQUETE:
Preocupados, como toda a Nação Azul e vários torcedores (porque não dizer todos), com a malfadada "janela européia", fizemos uma enquete pra ver a opinião de nossos leitores com relação aos jogadores que na opinião deles mais fariam falta ao nosso time. Pra surpresa de alguns, o goleiro Fábio foi o que teve mais votos, pois seria então o que mais prejudicaria o Cruzeiro com sua saída.
Abaixo os números apurados:


Qual jogador se vendido, faria mais falta ao Cruzeiro?

Wagner 68 (44%)
Ramires 24 (15%)
Guilherme 46 (30%)
Fábio 73 (48%)
Outro 8 (5%)

 
Felizmente pra nós, todos os jogadores que participaram da enquete ficaram no Cruzeiro e somente Charles foi vendido, além de Marcelo Moreno (pra falar somente dos maiores destaques do time em 2008) no início do ano. Com alguns reforços que ainda chegarão, poderemos contar com uma classificação pelo menos mais tranqüila que a de 2007, para a Libertadores.


24 comentários:

Vinicius Grissi disse...

Acho o trabalho do Adilson no Cruzeiro praticamente irretocável, e não me canso de elogiar.

Em tempo: acho que ele acertou contra o Coritiba. No primeiro tempo, o Coritiba teve 5 chances claras de gol. Após a entrada do Elicarlos, teve apenas 2. O time melhorou muito, quando passou a ganhar o meio-campo. Mas todos estavam em um "dia ruim", o que é o técnico não pode controlar. E o Cruzeiro ainda teve o jogo nas mãos, no penalti do Guilherme.

Imagens de barbacena disse...

Não acompanho nosso time assim de pertinho, mas vejo muitas críticas ao técnico.

Particularmente acho que Adílson é um técnico em formação, mas que mostra que tem muito futuro.
Minha opinião no entanto não é lá muito válida pois não acompanho de perto como já disse.

Um abraço a todos.

Equipe Imagens de Barbacena

Leônidas Cruzeirense disse...

Caro Carlão, infelizmente o Adilson conseguiu apagar tudo que ele fez de bom no início do ano. Quando ele começou a fazer o CRUZEIRO jogar como time pequeno ele simplesmente acabou para mim. Não concordo quando você diz que nosso elenco é mediano. Qualquer técnico faria uma campanha igual esta campanha do Adilson no Brasileiro. Nosso elenco é acima da média. É melhor do que o elenco do Grêmio e também é melhor do que o elenco do Palmeiras. O Adilson é teimoso e se acha o melhor técnico do mundo. Não respeita a torcida e nem os jogadores. Para mim ele já está com o prazo se validade vencida faz um bom tempo. Agora que o título já foi para o brejo, é hora de trocar e quem sabe por um milagre conseguimos disputar a Libertadores 2009. Com Adilson acho que nem isto conseguimos. Nossa campanha é pior até que a campanha do minúsculo monotítulo neste segundo turno. Desculpe o longo texto e espero que eu esteja errado e que você esteja certo. É FATO!

Maldita Futebol Clube disse...

Acho que mais difícil do que apontar os erros é diagnosticar os acertos! Fácil é criticar, elogiar sãop outros quinhentos. O adílson tem provado que entende de futebol, veja o figueirense que ele havia montado. O time do cruzeiro é mediano e ele tem feito bom trabalho, carlão. O edmundo não se cansa de elogiar ele aqui no RJ e tentou até trazerr o cara pro VaSCO, ANTES DO LOPES VIR. PENSO QUE A AN´[ALISE DO TRABALHO DEVE SER NUM TODO E NÃO FRAGMENTADA. BELO POST. E QUANTO AO FÁBIO, NÃO COMENTO DELE, POIS É MAU CARÁTER, TRAÍRA E NA PRIMEIRA OPORTUNIDADE REAL DE SAIR VAI LARGAR VOCÊS NA MÃO, COMO FEZ CONOSCO NO VASCO!ACHO QUE O GUILHERMESERIA UM POERDA MUITO MAIOR.E QUINTA SOMOS NÓS NA FITA! SÃO JANUÁRIO VAI TREMER...O VASCO PRECISA DA VITÓRIA E VAI COM TUDO, VOLTAM QUATRO JOGADORES A O TIME E REFORÇOS PODEM ESTREAR, E VER O QUE VAI DAR!ABS, BELO POST IRMÃO!NOSSO PROGRAMA DEVE ESTAR DISPONÍVEL HJ A TARDE NO SITE, SACA LÁ DEPOIS A APRTIR DAS 17 HS...FUI

Pato disse...

Grande Carlão.

Obrigado por citar meu blog.

Gostaria de fazer até mais posts sobre esse assunto.

Em primeiro lugar, acho que o Adílson tem um grande potencial para treinador de futebol.

Fui crítico quando o trouxeram, achando que não era um treinador ideal para a Libertadores.

Com seu método de trabalho, mudou toda a forma de jogar da defesa, que não jogava mais em linha, igual na época do Dorival. Isso deu uma puta segurança na zaga.

Além disso, era ótimo ir ao campo e ver a equipe marcando a saída de bola, explorando contra-ataques, não temendo time ou craque qualquer.

Mas os grandes jogos fora de casa vieram, alguns contra o Boca, que ele tentou jogar fechado. Claro, o Boca era bem mais time que o Cruzeiro, isso sem dúvida, iludido é quem acha o contrário.

Mas o que me irrita é sua teimosia. Se algo deu errado, tem que ser corrigido. Seria o certo, mas com ele não.

Ele dá murro em ponta de faca. Faz tempos que o Cruzeiro está sendo tachado de time criado por vó. Jogando fora, vira pequeno, se acovarda.

Os resultados não são positivos, mas, pouco importa, o que vale é que estamos evoluindo. Não é assim.

Ele é o melhor treinador dos últimos anos do Cruzeiro. Mas a linha que o separa dos demais não é ténue, como muitos dizem, é larga. Muito por que ele não exerga seu erro, insiste nele e, enquanto não consegue o resultado esperado, analisa os méritos do adversário.

Me desculpe, mas nunca vou conformar que no Mineirão, nossa casa, o Cruzeiro jogue como um time pequeno. Foi uma atitude covarde, que mostra muito bem que o Adílson enxerga em preto-e-branco, não vendo nada além de um medo de ser derrotado.

robson ribeiro disse...

O QUE ACONTECEU COM O CRUZEIRO? TIME QUE QUER SER CAMPEAO, NAO PODE JOGAR COMO JOGOU CONTRA O CORITIBA. JOGOU COMO TIME PEQUENO E EM PLENO MINEIRAO. QUE VACILO. ASSIM FICA DIFICIL GANHAR CAMPEONATO. SIGAMOS O EXEMPLO DO GREMIO, QUE NAO TEM LA UMA GRANDE EQUIPE, MAS ESTA JOGANDO COM RAÇA E COM PINTA DE CAMPEAO. CRUZEIRO VAMOS ACORDAR EM QUANTO E TEMPO, POIS MUITA AGUA VAI ROLAR E TEMOS QUE CONTAR COM TROPECOS DO GREMIO E TAMBEM DO PALMEIRAS.

Felipe Moraes disse...

Não quero criticar nenhum torcedor cruzeirense. Mas há uma coisa que não entendo: o Cruzeiro está em terceiro, com um dos melhores times do país, e ainda muitos contestam veementemente o trabalho do Adílson. Não consigo entender.
Eu estou longe de ser fã dele. Mas reconheço o bom trabalho que tem feito, com um time jovem e que precisa de amadurecimento.

Abraço,
Felipe Moraes

Daniel Abrantes disse...

Sempre visito o blog e nunca comento, hoje porém ao ler o texto e os comentários, vou quebrar o gelo.

Eu penso mais ou menos igual ao Felipe aí encima.

Poxa o time tá em 3º e o povo não dá sossego ao técnico.

Dizem que a torcida do Cruzeiro é exigente, mas pra mim isso é mais é burrice, me desculpem a franqueza, mas cobrar tanto de um time que vai bem na competição, não é plausível.
Outra coisa é o time. É fraco tem um ou outro com nível acima do normal e outros muito fracos, por exemplo, atacante só temos um de nível melhor que é o Guilherme, então o time é mesmo mediano, além disso é muito jovem por isso tão instável.
Gente para pra pensar, pensem bem se nosso técnico fosse um geninho, um cuca, um antonio lopes? Em que situação estávamos?
Desculpa se ofendi alguém mas essa é minha opinião.

Michele Soares disse...

Oi Carlão, tudo bem?
Obrigada por seu comentário no BC. Fico muito feliz que esteja torcendo por mim.
Estou entre as três finalistas do Cruzeiro, graças a ajuda de todos que me apoiaram.
Agora é torcer para que eu obtenha êxito também nessa próxima etapa.
Abraços.
Michele.

Leônidas Cruzeirense disse...

O CRUZEIRO ficar em segundo é ser apenas o primeiro perdedor e ficar em terceiro é vexame completo. Com o nosso elenco temos é que ser campeão. Poucos times no Brasil tem condições de oferecer a estrutura que o CRUZEIRO oferece, portanto exigimos título ou pelo menos brigar por ele. Não é jogando com medo de times de segunda que seremos campeões. Quanto ao elenco eu pergunto: Quem tem um melhor? Quem é melhor do que o Fábio? Quem é melhor do que o Ramires? Quem é melhor do que o Wagner? Quem é melhor do que o Guilherme? Sem falar no Fabrício, no Jadilson e em outros jogadores de bom nível como Paraná, Thiago Heleno, Espinoza. Falta é técnico ou pelo menos falta o Adilson do início do ano. É FATO!

Pato disse...

Ao Daniel e Felipe,

Primeiramente, repeito a opinião de vocês.

Mas não acho certo isso de colocar que o time está em terceiro lugar e não merece vaias.

O Adílson fez um ótimo trabalho no início do ano. Mudou um time totalmente sem comando, sem brio mesmo.

Mas o maior problema é que em jogos contra times pequenos, fora de casa, ele age como se fosse um também.

Contra a Portuguesa, Coritiba, Santos e Ipatinga ele jogou recuado. Com excessão do Coritiba, que estava na oitava posição quando jogamos no Couto Pereira, todos os outros estavam na zona de rebaixamento.

Se o padrão de jogo não deu certo. Beleza, vamos para outra. Mas não, ele insiste.

Sinceramente, acho que ele tem tudo para ser um ótimo treinador. Mas não é ainda.

É teimoso. Insiste no erro. Isso é ignorância.

Me respondam com sinceridade. Vocês teriam motivação para jogar uma partida, contra um time pequeno, em sua casa, sabendo que o treinador mais se preocupa em evitar uma derrota do que estimular a vitória?

E se soubessem que essa prática já vem de tempos e tirou pontos preciosos do time celeste?

Daniel Leite disse...

Realmente, as coisas são relativas, e é preciso tomar bastante cuidado com algumas afirmações.

Assim como o Vinícius, entendo que o trabalho de Adílson é bastante positivo. É claro que alguns resultados, como a derrota para o Goiás, tem deixado o time distante do Grêmio, mas ainda há tempo para recuperação e a vaga na Libertadores é uma realidade.

Até mais!

Leandrus disse...

Eu concordo com o que foi escrito aqui. Gostei muito do texto.

Até acho que o Adílson, em certos momentos, é teimoso e pode cometer seus erros. Mas qual o técnico que não faz isso? Poxa, até o Vanderlei Luxemburgo, tão elogiado por todos (inclusive por mim), tem suas teimosia e comete erros; mas poucos o criticam, porque é o cara que já fez muito trabalho bom por aí. No dia em que Adilson (na verdade, não só ele, como Ney Franco, Caio Jr, e outros jovens técnicos) tiverem um currículo decente, acho que essas críticas diminuem. Mas enquanto isso, sofrem como funcionários novos numa empresa...

Ateh!

Eduardo Lima disse...

ae fmz, tem musa cruzeirense no meu blog
flw

Filipe Araújo disse...

só penso que, se seguissem com o dorival júnior, os direotres do cruzeiro queimariam esta etapa que o time está vivendo. simplesmente pela experiência em uma segunda temporada a frente do clube.

Abrazo!

http://gambetas.blogspot.com

gerson disse...

Mas que o Cruzeiro perdeu a chance de disputar o título em um ano em que só tem nabas isso é verdade.
Olha o time do Grêmio: muita marcação, preparo físico e jogadores fortes no ataque. Com isso já garantiu a taça.
O Cruzeiro não está com uns 45 pontos por pura bobeira.

Rafael Amaral disse...

Você está certo Carlão,
Não podemos culpar somente o técnico pelo fraco desempenho do time.
O Adílson é um bom treinador. Ele conseguiu manter o time entre os primeiros da tabela.
Antes de os torcedores atirarem pedras no técnico é bom lembrarmos do nosso antigo técnico, o Dorival Jr. Ele destacou no elenco celeste jogadores importantes como Guilherme, Marcelo Moreno, Wágner, Ramires e outros mais... E todo mundo ficou com raiva e quis a cabeça dele depois que o Cruzeiro não conquistou o brasileiro e quase ficou fora da Libertadores.

Tem muito torcedor ingrato. Não sabe reconhecer o trabalho dos outros e fica pressionando para que o técnico não tenha um bom ambiente de trabalho.


Abraços Carlão
Saudações celestes


Visitem o Blog Azul Cruzeiro:
http://blog-azul-cruzeiro.blogspot.com/

Michele Soares disse...

Oi Carlão, tudo bem?
Vi o blog de seu amigo. Obrigada pela força.
Abraços.
Michele.

Leônidas Cruzeirense disse...

Ficar satisfeito com vaga em Libertadores e coisa de time de segunda linha. Nós somos o CRUZEIRO ESPORTE CLUBE e só títulos nos satisfazem. Se depois de lutar e lutar muito pelo título e perdermos, a vaga para a Libertadores vem como presente pela luta pelo titulo que é o objetivo de um time grande como o CRUZEIRO. É FATO!

Leônidas Cruzeirense disse...

Uma coisa é certa, juntos somos mais fortes e juntos poderemos chegar lá. Vamos lá, Cruzeirenses que acham Adilson um bom técnico e Cruzeirenses que acham o Adilson um péssimo técnico. Nosso objetivo é o CRUZEIRO. Nosso Objetivo é o título. Vamos empurrar o CRUZEIRO para conseguir este objetivo e se não der que venha mais uma Libertadores. É FATO!

Leandrus disse...

Carlão, quando puder, dá uma passada lá no blog. Ateh!

tiago araújo disse...

Muito bom este blogue, visita e comenta no meu.

http://www.campeoesfcporto.blogspot.com/

um abraço

robson ribeiro disse...

O CRUZEIRO TEM QUE PENSAR EXCLUSIVAMENTE EM SI PROPRIO E VENCER SEUS JOGOS E NAO PREOCUPAR COM SEUS ADVERSARIOS DIRETOS RUMO AO TITULO DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE 2008. MAS PARA CONSEGUIR SEUS OBJETIVOS TEM QUE VENCER TANTO DENTRO DE CASA COMO FORA. POIS JA ESTA NO LIMITE E NAO PODE MAIS TROPECAR. PORTANTO TEM QUE JOGAR COMO TIME QUE QUER SER CAMPEAO E COM PINTA DE CAMPEAO.

Naty Caldeira disse...

A contratação de Sorin para 2009 foi algo que me pôs em cima do muro. Apesar da sustentação e do belíssimo futebol que ele deu ao Cruzeiro até 2004, fico meio repreensiva com a sua volta. Espero que todas as expectativas celestes e as saudações da máfia para com ele, sejam tão be retribuidas como nos anos anteriores. Mas vamos lá! 2008 ainda tá pra ser vencido!

Saudações celestes!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map