domingo, 28 de agosto de 2016

Com casa cheia o Cruzeiro vence mais uma: 2x0

Cruzeiro 2 x 0 Santa Cruz - Mineirão - 22ª rodada - Brasileirão 2016
Ábila tem se tornado indispensável ao Cruzeiro. Sempre ele.
Mais uma
Após a volta de Mano Menezes o Cruzeiro já não é mais aquele time inconstante, não confiável e que titubeava muito na hora de definir as jogadas não conseguindo vencer seus jogos mesmo jogando bem e dominando as partidas. O Mano perdeu seu jogo de estréia, mas, desde então tem conseguido pontuar em todos os jogos. Esta retomada acontece no momento ideal, no meio do campeonato quando ainda é possível reverter aquela que é a pior campanha do Time Azul na era dos pontos corridos. Se continuar assim vamos ter tranquilidade para poder alçar melhores posições na tabela, mais dignas do tamanho do Estrelado de Minas.

O jogo
O Cruzeiro conseguiu impor seu jogo mesmo tendo o Santa Cruz dificultado bastante no primeiro tempo. No início da etapa complementar, Robinho conseguiu um ótimo chute que bateu na trave e enganou o bom goleiro do Santinha. Isso aos 3 minutos do 2º tempo. Para não perder o ímpeto, marca do Cruzeiro de Mano, logo aos 7 Ábila marcou o 2º com uma assistência perfeita de Arrascaeta. Pronto, estava tudo dominado. Claro que Rafael ainda teve tempo de fazer ótimas defesas, pelo menos umas duas ou três no jogo, para mostrar a torcida que além de Fábio, temos o Lucas França e o Rafael para dar tranquilidade para todos nós.

Tabela
Com a vitória o Cruzeiro agora depende só de si para se manter fora da Zona da Degola. Chegamos aos 26 pontos e se continuarmos neste rítmo, se Deus quiser, chegaremos pelo meio da tabela até o final. É cedo sim para tanta confiança, mas não dá pra não crer olhando o retrospecto dos últimos jogos desde a volta de Mano. Em contrapartida vemos times caindo muito de produção num momento chave do campeonato, exatamente ao oposto do Time do Povo. Felizmente. Avante Azul.


FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 2 X 0 SANTA CRUZ

Local: Estádio Mineirão, Belo Horizonte(MG)
Data: 28 de agosto de 2016, domingo
Horário: 11h (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (SC)
Assistentes: Nadine Schramm Camara Bastos e Helton Nunes (SC)
Cartões: Derlei, Uillian Correia (Santa Cruz) Lucas Romero, Ariel Cabral (Cruzeiro)
Gols: Robinho, aos três do segundo tempo, Rámon Ábila, aos sete (Cruzeiro)
CRUZEIRO: Rafael, Lucas, Manoel, Bruno Rodrigo, Edimar, Lucas Romero (Denilson), Ariel Cabral, Arrascaeta, Robinho (Rafinha), Rafael Sobis e Ramon Ábila (William).
Técnico: Mano Menezes

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Léo Moura, Luan Peres, Danny Morais e Allan Vieira; Uillian Correia, Derley (Wallyson), João Paulo e Pisano (Marion); Keno e Grafite.
Técnico: Doriva

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Vitória importante no sul: 2x1

Figueirense 1 x 2 Cruzeiro - Est. O. Scarpelli - 21ª rodada - Brasileirão 2016
Henrique e depois Ábila fizeram a alegria da Nação Azul.
Dominou
Felizmente o passado é passado. Hoje o Cruzeiro já é um outro time. Domina o jogo e consegue fazer os gols necessários. Desde que Mano Menezes chegou ao Cruzeiro que estamos pontuando em todos os jogos. O time se tornou mais confiável e mesmo com a saída de Fábio temos conseguido marcar pontos importantes. Aliás Lucas França vem crescendo a cada dia na confiança da torcida. Fez uma grande partida ontem em Santa Catarina. O Cruzeiro enfim conseguiu fazer um gol logo no início do jogo e isto facilitou demais as coisas. Para completar fez outro no início do 2º tempo e não deu chance de reação ao Figueirense. Só por um erro nosso é que eles ainda conseguiram fazer seu gol. 

Destaques
Felizmente o Cruzeiro tem sabido administrar os jogos atualmente. Depois dos dois gols ainda fomos beneficiados pela justa expulsão do jogador mais lúcido do adversário. Após uma bobeira homérica do nosso Capitão Henrique eles marcaram, mas não tivemos grandes sobressaltos que pudessem colocar os 3 pontos em perigo. Aos poucos o Cruzeiro foi levando o jogo para o fim mantendo a vitória. Uma boa partida que mostra com muita clareza que o time agora tem chance de se livrar da maré ruim em que se enfiou. É só dar tempo ao tempo. Enfim duas contratações foram muito boas para o time: Ábila e Sóbis. Tem também o Robinho e podemos acreditar no Rafinha e Edimar como também boas contratações, mas o destaque realmente fica para os dois primeiros. 

Difícil
A situação do Time Azul não é nada fácil. A campanha de 2016 a pior que o Clube já teve na era dos pontos corridos. Nossa pontuação nesta 21ª rodada soma apenas 23 pontos em 63 possíveis, uma lástima realmente. Seria mesmo desanimador não fosse o retrospecto das últimas atuações. Estamos provisoriamente fora da Zona do Desconforto e tomara consigamos até o final da rodada permanecer desta maneira. O que ainda preocupa é o excesso de lesões. Nosso DM esta mesmo dando cabeçadas. Não é comum o que vimos nesta temporada, sem falar no caso de Dedé e Judvan. Tem o Elber e agora o Fábio. Alisson esta voltando mas infelizmente não podemos acreditar que não voltará para o DM até o fim da temporada. Enfim, com tantos problemas vamos ainda acreditar e torcer muito para permanecermos na Séria A em 2017. Avante Azul Estrelado, confie Nação.


FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 1 X 2 CRUZEIRO
Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 21 de agosto de 2016, domingo
Horário: 18h00 (de Brasília)
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)
Assistentes: Michael Correia e João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ)
Cartões amarelos: Marquinhos, Carlos Alberto e Ferrugem (Figueirense); Lucas, Edimar, Henrique, Robinho e De Arrascaeta (Cruzeiro)
Cartões vermelhos: Carlos Alberto (Figueirense)
Gols:
CRUZEIRO: Henrique, aos 3 minutos do 1º Tempo; Ramón Ábila, aos 3 minutos do 2º Tempo
FIGUEIRENSE: Ferrugem, aos 43 minutos do 2º Tempo
FIGUEIRENSE: Thiago Rodrigues; Ayrton (Lins), Marquinhos, Bruno Alves e Pará; Jackson Caucaia, Ferrugem, Dodô (Elvis), Carlos Alberto e Yago (Jefferson); Rafael Moura
Técnico: Argel Fucks
CRUZEIRO: Lucas França; Lucas, Bruno Rodrigo, Manoel e Edimar; Henrique, Lucas Romero e Robinho (Marcos Vinícius); De Arrascaeta (Rafinha), Rafael Sóbis e Ramón Ábila (Willian)
Técnico: Mano Menezes

domingo, 14 de agosto de 2016

Mesmo jogando melhor Cruzeiro só consegue o empate: 2x2

Cruzeiro 2 x 2 Coritiba - Est. do América (Independência) - 20ª rodada - Brasileirão 2016
Só 1 ponto
O Cruzeiro lutou bastante, dominou o jogo mas, mais uma vez se viu travado, sem efetividade ofensiva. Até que conseguimos marcar 2 gols e empatar o jogo mas merecemos demais a vitória pelo volume de jogo que tivemos. O 2º tempo jogamos apenas no campo de ataque. Boas defesas do goleiro adversário, falta de pontaria, falta de sorte e falta de capricho ou calma nas finalizações fizeram com que permanecêssemos mais uma rodada na zona da degola.

Reação
É iminente a saída da zona da degola. Com o futebol que o time tem apresentado nos últimos jogos é uma questão de tempo. No último jogo a ajuda da arbitragem, hoje a má sorte, mas é nítida a melhora do time. Vamos sair desta posição incômoda, podem ter certeza. Estamos jogando um futebol digno de posições bem melhores após a volta de Mano Menezes. 

Devagar
Sim, temos de ter um pouco de paciência, agora, com a mudança do técnico não há mais o que fazer a não ser torcer. Devagarzinho a sorte vai mudar. Hoje conseguimos reverter aquela situação de levarmos gol logo no início do jogo. Aos 2 minutos de jogo abrimos o placar e aos 4 do segundo tempo empatamos. Ainda não conseguimos emplacar duas vitórias seguidas mas há 3 rodadas estamos pontuando. É só o começo, a estrada é sinuosa, difícil e longa mas há luz no final do túnel. Salve Cruzeiro, avante Máquina Azul.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 2 X 2 CORITIBA

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 14 de agosto de 2016, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
Cartões amarelos: Ezequiel e Robinho (Cruzeiro); Amaral, Edinho, Luccas Claro e Guilherme Parede (Coritiba)
Gols: CRUZEIRO: Rafinha aos 2 minutos do primeiro tempo e Ábila aos 4 minutos do segundo tempo. CORITIBA: Kazim, aos 19, e Juan aos 27 minutos do primeiro tempo
CRUZEIRO: Fábio (Lucas França); Ezequiel, Manoel, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Robinho e Rafinha (Marcos Vinícius); Arrascaeta (Willian), Rafael Sóbis e Ábila
Técnico: Mano Menezes

CORITIBA: Wilson; Dodô, Luccas Claro, Nery Bareiro, Juninho; Edinho, Amaral, Juan e Raphael Veiga (Fábio Braga); Kazim (Vinícius) e Neto Berola (Guilherme Parede)
Técnico: Paulo César Carpegiani

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Mesmo com erro GROSSEIRO arbitragem não dá vitória ao time da Globo: 1x1

Corinthians 1 x 1 Cruzeiro - Pacaembu - 19ª rodada - Brasileirão 2016 
O pênalti que só o juiz não viu. A bola não é objeto de disputa.
VERGONHA
Realmente vergonhoso o lance do pênalti não dado para o Cruzeiro. Este juiz tem de ser afastado por muito tempo do futebol para se reciclar, na melhor das hipóteses. Um lance incrível que deveria resultar na marcação do pênalti e consequente expulsão do goleiro do time paulista ainda por mais incrível que pareça rendeu mesmo foi um cartão amarelo para a vítima do goleiro que até admitiu ter tocado no atacante. Não é normal, definitivamente não. Mesmo assim os Cruzeirenses não estranham nada do que ocorreu. Todos sabemos que jogar com o "time da globo" é tarefa inglória. todos sabemos que em algum momento seríamos prejudicados afinal como também já sabemos o Corinthians (principalmente) nunca entra com menos de14 em campo. A diretoria Celeste promete agir, mas com certeza os 2 pontos que nos garfaram não voltarão.

VEJA O LANCE, clique aqui.

O jogo
O Cruzeiro tem sofrido nesta temporada. Mais um jogo em que somos surpreendidos logo no comecinho do jogo. Mano precisa ver isso, já foram dois jogos seguidos em que os adversários usaram a mesma estratégia. Mesmo tendo sofrido o gol o Cruzeiro não se entregou, não desanimou. Equiparou as ações com o adversário e o empate seria o mais justo na 1ª etapa até sem considerar o pênalti não marcado aos 7 minutos, com ele o justo seria até a vitória do Cruzeiro. No 2º tempo fomos até melhores que os mandantes do jogo. Por tudo isso nosso sofrimento se amplia. Jogamos bem, merecemos a vitória mas esbarramos na arbitragem.

Mano
De bom o que se vê é que a irregularidade do Time Azul na 2ª parte da era Mano parece que enfim vai se diluindo, pelo menos se tomarmos por base os dois últimos jogos em que fizemos boas apresentações onde a regularidade foi o maior ganho. O time enfim parece mais confiável, mais consistente e com Ábila parece que encontramos enfim o caminho do gol novamente. O cara tem uma objetividade, uma força incríveis. Pode se tornar muito rapidamente o artilheiro do time na temporada, anotem aí.


 FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 1 CRUZEIRO
Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 8 de agosto de 2016, segunda-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas (PA)
Assistentes: Marcio Gleidson Correia Dias e Helcio Araujo Neves (ambos do PA)
Público: 33.416 pagantes
Renda: R$ 1.326.456,00
Cartões amarelos: Elias, André, Giovanni Augusto, Yago (Corinthians); Ábila, Rafael Sóbis e Lucas (Cruzeiro)
Gols:
CORINTHIANS: Giovanni Augusto, a um minuto do primeiro tempo
CRUZEIRO: Ábila, aos 21 minutos do segundo tempo
CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Elias, Giovanni Augusto (Guilherme) e Marquinhos Gabriel; Romero (Marlone) e André
Técnico: Cristóvão Borges
CRUZEIRO: Lucas França; Lucas, Manoel, Bruno Rodrigo e Edimar; Ariel Cabral (Willian), Henrique, Robinho e Arrascaeta (Rafinha); Ramón Ábila (Marcos Vinícius) e Rafael Sobis
Técnico: Mano Menezes






sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Enfim uma vitória graúda: 4x2

Cruzeiro 4 x 2 Inter - Est. do América (Independência) - 18ª rodada - Brasileirão 2016 

Só deu Sóbis.

Ábila também deu sua contribuição.

Tudo parecia caminhar para o caos
Mas tudo foi diferente na noite de ontem no estádio do América. Começamos perdendo o jogo logo aos 2 minutos. Parecia que o cenário das últimas partidas iria se repetir. Mas não. Tanto fora das quatro linhas, nas arquibancadas para ser mais preciso, quanto dentro das quatro linhas a noite foi de alegria e alívio. Mesmo perdendo logo no início do jogo o Cruzeiro não se entregou, não esmoreceu. Foi á luta, buscou o empate, conquistou a vitória, sofreu pressão mas venceu a partida importante contra o Inter. 

Só bis, Só bis e Sóbis
Só bis não bastou, Sóbis quis mais e acabou fazendo sim mais um gol, o seu terceiro e se tornando o herói, o destaque e o jogador chave do time na vitória sobre o Inter, seu ex-clube. Sóbis só não fez chover (fez sim, chover gols), armou, marcou, recompôs e fez seu primeiro gol com a camisa do Cruzeiro. Os torcedores colorados devem estar com a cabeça inchada afinal Sóbis foi ídolo por lá e começa, quem sabe, a construir sua nova imagem de ídolo por aqui. 

O jogo e o time
O Cruzeiro foi bem. Cometeu ainda alguns erros como a displicência de marcação no 1º gol do Inter e a bobeada no pênalti que Fábio acabou por cometer já que a defesa não conseguiu neutralizar a jogada mas a noite de vitória mostrou que o time tem potencial de sobra para sair do Z4 e ficar pelo menos no meio da tabela já que perdeu muitos pontos até aqui. Dá pra sentir que tem muita gente pior que o Cruzeiro, o próprio Inter que não demonstrou um bom futebol. O Cruzeiro ainda carece de um sistema ofensivo mais eficiente, o meio ainda é inconsistente e a defesa vacilante, mas aos poucos com a entrada de um ou outro o time pode se arrumar. Com o retorno de Manoel na defesa, Léo tendo mais chances, talvez também com a volta de Mayke e Edmar teremos um sistema defensivo mais confiável. Henrique voltando e recuperando sua melhor forma técnica com Ariel também se reencontrando o meio fica mais consistente e no ataque vamos torcer para que a dupla AS engrene de vez (Ábila e Sóbis) já que Robinho e Arrascaeta tem se mostrado fundamentais no time. Avante Cruzeiro, bora encarar a gambazada.


FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 4 X 2 INTERNACIONAL

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data:
quinta-feira, 4 de agosto de 2016
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (FIFA-SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Rogerio Pablos Zanardo (ambos de SP)
Cartões amarelos: Fábio (Cruzeiro); Alex (Inter)
Gols: CRUZEIRO: Sóbis aos 13 e 40 do primeiro tempo e aos 7 do segundo, e Ábila, aos 16 minutos do primeiro tempo  INTERNACIONAL: Seijas, aos 2 minutos do primeiro tempo, e Alex, de pênalti, aos 28 minutos do segundo tempo
CRUZEIRO: Fábio; Lucas, Manoel, Bruno Rodrigo e Edimar; Ariel Cabral, Bruno Ramires, Robinho (Rafinha) e Arrascaeta; Ramón Ábila (Marcus Vinícius), Rafael Sobis (Douglas Coutinho)
Técnico: Mano Menezes
INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Paulo Cezar, Alan Costa, Ernando e Artur; Fernando Bob, Seijas (Ariel), Fabinho e Valdívia; Marquinhos (Anderson) e Nico López
Técnico: Paulo Roberto Falcão
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map