quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Cruzeiro tem dificuldades mas traz a vitória: 2x1

Tombense 1 x 2 Cruzeiro - Est. Soares de Azevedo - 2ª rodada - Camp. Mineiro 2016 

Alisson e Rafael Silva os autores dos gols Celests.
Muita luta
O Cruzeiro sofreu muito e só no finalzinho do jogo conseguiu virar o jogo e garantir os 3 pontos. O time não se encontrou no 1º tempo, bateu cabeça e sofreu o gol da Tombense logo aos 19 do 1º tempo e não reagiu. Veio o intervalo e Deivid mexeu no time e acertou com a entrada dupla de Elber e Marcos Vinícius que mudaram o panorama do jogo. Com muito mais movimentação ofensiva e muito mais efetivo o Cruzeiro dominou o jogo no início do 2º tempo até que aos 6 minutos Alisson empatou a peleja. O Cruzeiro continuou melhor mas após alguns minutos, mais ou menos quando o cronômetro marcava 20 do 2º tempo a Tombense, sempre valente, começou a reequilibrar a partida. Aí foi lá e cá. Jogo movimentadíssimo. Só aos 42 o Cruzeiro conseguiu o alívio do gol da virada.


Ofensividade
Ninguém pode negar que o Cruzeiro tem se mostrado muito ofensivo na era Deivid. Talvez até em excesso e isso pode explicar os sufocos que passamos nestes 2 primeiros jogos do Mineiro. Isso pode ser muito bom mas mostra-se como um fator muito preocupante agora no início dos trabalhos. Teríamos de medir a "água com o fubá", não dá para se jogar todo no ataque e passar sufoco na defesa. Temos um ótimo goleiro que ontem também teve de fazer pelo menos um milagre para nos salvar da derrota ou do empate. Mas o time ainda esta mesmo desajustado, temos de reconhecer que Deivid teve ainda muito pouco tempo para implantar sua filosofia, é assim mesmo, o time demora um pouco para "encorpar".

Pressão
Mas no entanto, não dá para tapar o sol com a peneira. Deivid tem um enorme desafio pela frente. Nem bem começou a temporada, com um empate e uma vitória em jogos oficiais, e com um time ainda em formação e montagem já ta cheio de torcedores impacientes prontos para pedira a cabeça dele. Não tem como ser de outra forma, infelizmente o imediatismo, a urgência, a pressa vale muito quando não se tem "grife". Deivid vai ter de saber lidar muito bem com isso se quiser seguir à frente do Maior de Minas, pelo menos até que seu time engrene.

FICHA TÉCNICA
TOMBENSE 1 X 2 CRUZEIRO
Local: estádio Soares de Azevedo, em Muriaé (MG)
Data: 3 de fevereiro de 2016 (quarta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Marconi Helbert Vieira
Público: 3.563 pagantes
Renda: R$ 140.790,00
Cartões Amarelos: Matheus Lopes (Tombense); Bruno Rodrigo, Ariel Cabral e Marcos Vinícius (Cruzeiro)
GOLS
TOMBENSE:
Paulo Otávio aos 19 minutos do primeiro tempo
CRUZEIRO: Alisson aos 6 minutos e Rafael Silva aos 42 minutos do segundo tempo
Tombense: Darley; Lucas Silva, Matheus Lopes, Silvio e Paulo Otávio; Rodney (Rodrigo Dias), Gelson (Joílson), Jean Batista e Caio; Daniel Amorim (Teco) e Conrado
Técnico: Pingo
Cruzeiro: Fábio; Mayke (Fabiano), Bruno Rodrigo, Manoel e Fabrício; Henrique, Ariel Cabral (Marcos Vinícius), Sánchez Miño, Alisson e Gabriel Xavier (Elber); Rafael Silva
Técnico: Deivid

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Cruzeiro estréia com empate em casa: 0x0

Cruzeiro 0 x 0 URT - Mineirão - Camp. Mineiro - 1ª rodada  
Não conseguiu
O time da URT postou-se em sua defesa, inteiramente. Durante os 90 minutos eles só pensaram em se defender e conseguiram o objetivo de arrancar um pontinho em plena casa do Time Azul. Foi um jogo feio, praticamente sem emoções, um jogo de ataque contra defesa. O Cruzeiro tentou, insistiu, batalhou mas não conseguiu furar o forte esquema defensivo do oponente. Eles só pensavam em não tomar gols.

Anti-jogo
Claro que antes de criticar os adversários temos de entender que a desigualdade técnica entre as equipes é enorme. A saída é mesmo esta para estes times. Só que, pelo lado do espectador este tipo de jogo é além de tudo um desrespeito. Ninguém iria ao estádio se soubesse que assistiria um jogo como esse, sem emoção, chato, enfadonho. Isso não é futebol, mas a culpa não é do Cruzeiro ou mesmo da URT mas sim dos organizadores. Deveria haver uma fórmula em que os times menores jogariam entre si e só em uma fase seguinte entrassem os grandes. Seria mais emocionante.

O jogo
O Cruzeiro detinha cerca de 70% de posse da bola. Só por este número já podemos ver como foi o jogo. Tentou inúmeras vezes chegar ao gol do adversário, mas não conseguiu. Chegou perto por 3 ou 4 vezes com Willian e Allison mas esbarrou em boas defesas do goleiro da URT. O desafio de Deivid será este: encontrar uma saída para retrancas poderosas. Faltou criar jogadas mais contundentes para esta situação, faltou acreditar mais na individualidade, faltou mais lançamentos das laterais para a área, faltou mais chutes de fora da área, faltou pernas, faltaram jogadas ensaiadas e falta tempo para que possamos identificar melhor o que de fato é mais importante para que vejamos o Cruzeiro 2016 como um time competitivo.


FICHA TÉCNICA



CRUZEIRO 0 X 0 URT
Local: Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 30 de janeiro de 2016 (domingo)
Horário: 17 horas (Brasília)
Árbitro: Gabriel Murta Barbosa Maciel
Assistentes: Pablo Almeida Costa e Magno Arantes Lira
Público: 15.397 pagantes
Renda: R$ 428.073,00
Cartões Amarelos: Fabrício (Cruzeiro); Fábio Santos, Jonathan Bolotelli (URT)
Cruzeiro: Fábio; Mayke, Manoel, Dedé e Fabrício; Henrique, Cabral, Marcos Vinícius, Alisson (Sánchez Miño) e De Arrascaeta (Gabriel Xavier); Willian (Douglas Coutinho)
Técnico: Deivid
URT: Follmann; Alex Murici (Pierre), Mauro Viana, Robinho e Fabinho; Leandro Santos, Ramos, Carlos Magno (Kelvin) e Gabriel Davis; Jonathan Balotelli e Fábio Santos (Alexandro)
Técnico: Ademir Fonseca

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Cruzeiro traz 1 ponto em estréia no sul: 1x1

Criciúma 1 x 1 Cruzeiro - H.Hilse - Copa Sul Minas-Rio - 1ª rodada - Grupo A
Pressionando
O Cruzeiro começou o jogo pressionado o Criciúma e tentando impor seu ritmo ao jogo. Aos 14 minutos Manoel faz um lançamento longo para Fabrício que cruza na área: gol do Cruzeiro, gol de Alisson. Parecia que a partida seria ganha com alguma facilidade. Só parecia. Aos 23 numa saída errada Fábio deixou o gol aberto e o Criciuma empatou o jogo e fechou o placar em 1x1. A partir do empate o time catarinense foi equilibrando a partida até que se impôs. Fábio foi um dos melhores em campo com algumas ótimas defesas. Só no 2º tempo, após a 1ª metade,  o Cruzeiro voltou a se impor no jogo.

Adaptando
O Cruzeiro ainda esta se adaptando ao estilo Deivid. Com dois volantes e mais ofensivo o time ainda precisa de ajustes mas, já mostra um bom poderio técnico. Neste jogo sofreu com os contra ataques perigosos do time do sul. Outra característica que parece se sobressair neste time de 2015 é a valorização da posse de bola.

Um ponto
Não foi o que esperávamos, mas para um jogo de estreia, fora de casa 1 pontinho ficou de bom tamanho. A Copa Sul Minas-Rio, esta apenas começando, vai ser jogada entremeando o Mineiro. Não que seja uma meta mas, seria muito bom iniciar o ano com o 1º caneco desta copa.


FICHA TÉCNICA
CRICIÚMA-SC 1 X 1 CRUZEIRO
Local: estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC)
Data: 27 de janeiro de 2016 (quarta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Charles Martins Lemos
Assistentes: José Javel Silveira e Carlos Henrique Selbach
Cartões amarelos: Alisson, Bruno Rodrigo, De Arrascaeta (Cruzeiro)
GOLS
CRICIÚMA:
Diego Giaretta aos 23 minutos do primeiro tempo
CRUZEIRO: Alisson aos 14 minutos do primeiro tempo
Criciúma: Luiz; Ezequiel, Raphael Silva, Diego Giaretta e Marlon; Barreto (Natan), Douglas Moreira, Ricardinho, Wellington Saci (Jefferson); Bruno Lopes (Kalil) e Roger Guedes
Técnico: Roberto Cavalo
Cruzeiro: Fábio; Mayke, Manoel, Bruno Rodrigo e Fabrício; Henrique, Cabral, Marcos Vinícius (Allano), Alisson (Douglas Coutinho) e De Arrascaeta (Gabriel Xavier); Willian
Técnico: Deivid

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Cruzeiro estréia em 2016 com vitória: 2x0

Rio Branco 0 x 2 Cruzeiro - Est. Kleber Andrade - Cariacica - ES - Amistoso
Noite de estreias e com vitória o que é melhor.
Domínio
Nos dois tempos o Cruzeiro dominou o jogo contra o Rio Branco do E.Santo. Foi jogo de ataque contra defesa. Aliás, podemos dizer que na etapa final o Cruzeiro jogou sozinho. Depois da derrota no jogo-treino com o Villa o Cruzeiro deu mais esperanças ao torcedor pelo futebol de qualidade apresentado. Mais movimentação, obediência técnica, empenho e um vitória tranquila sobre o time capixaba.

Destaques
Não deu pra se dizer que alguém tenha se destacado de forma mais aparente. O time como um todo mostrou um bom futebol. Ainda sem muito conjunto devido ao pouco entrosamento já que tivemos muitas mudanças. Mas deu pra sentir alguma esperança com vários jogadores que demonstraram bom toque de bola como os novatos Rafael Silva, Douglas Coutinho, Matías Pisano, Sanchez Miño. Dos que já conhecemos Willian segue sendo um jogador voluntarioso, Allano deu boa proteção, Mayke idem. Gabriel Xavier mostrou ótima movimentação assim como Allisson e De Arrascaeta. Fábio e Rafael não trabalharam.

2016
Pela quantidade de bons jogadores parece que teremos um ano sem sombra de dúvidas bem melhor que 2015. Opções teremos muito mais. Os estrangeiros que chegaram tomara, encaixarão bem no time como parece ter sido mostrado neste jogo. O time obedeceu muito bem as instruções do nosso novo técnico e tudo correu muito bem. Desperdiçamos muitos gols mas o goleiro do Rio Branco valorizou demais o jogo. 

Numeração fixa
Diante da resolução da diretoria Celeste de utilizar numeração fixa nas competições de 2016 abaixo vamos identificar cada um dos Guerreiros Celestes na temporada atual:

Numeração fixa do Cruzeiro para a temporada de 2016:



1 - Fábio
2 - Fabiano
3 - Léo
4 - Bruno Rodrigo
6 - Fabrício
7 - Sánchez Miño
8 - Henrique
9 - Willian
10 - Arrascaeta
11 - Alisson
12 - Rafael
13 - Douglas Grolli
14 - Douglas Coutinho
16 - Judivan
17 - Uillian Correia
18 - Gabriel Xavier
19 - Ariel Cabral
20 - Marcos Vinicius
21 - Vinicius Araújo
22 - Mayke
23 - Élber
24 - Alan
25 - Bruno Nazário
26 - Dedé
27 - Manoel
28 - Antônio Carlos
29 - Lucas França
30 - Rafael Silva
31 - Alex
32 - Matías Pisano
33 - Bruno Edgar
35 - Allano
36 - Bruno Viana
37 - Marinho



FICHA TÉCNICA

RIO BRANCO 0 X 2 CRUZEIRO
Motivo:
amistoso
Data: 20/01/2016 (quarta-feira)
Local: estádio Kléber Andrade
Árbitro: Felipe Varejão (ES)
Gol: Marcos Vinícius aos cinco minutos do primeiro tempo e Rafael Silva aos 34 minutos do segundo tempo.
Rio Branco: Walter; Ivan (Ramon Alves), Jonathan Potiguar, Marco Antônio e Ratinho; André Luiz (Gabriel Louzada), Léo Oliveira, Flavio, Felipe Capixaba (Clayton); Gugu (Berg) e Willy (Cleiton).
Técnico: Alexandre Grasseli
Cruzeiro: Fábio (Rafael); Mayke (Fabiano), Bruno Rodrigo (Bruno Viana), Manoel (Dedé) e Allano (Gabriel Xavier); Henrique (Uillian Correa), Ariel Cabral (Bruno Ramires), Marcos Vinícius (Sanchez Miño) e Arrascaeta (Pisano); Alisson (Douglas Coutinho) e Willian (Rafael Silva)
Técnico: Deivid
Cartões amarelos: Ariel Cabral (Cruzeiro)

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Cruzeiro 95 ANOS!

Cruzeiro celebra missa em ação de graças pelos 95 anos de conquistas

Washington Alves/ Lightpress
Da redação
Angel Drumond
O Cruzeiro Esporte Clube celebrou na noite desta segunda-feira, a Missa pelos seus 95 anos de fundação. A cerimonia aconteceu no Salão Nobre do Parque Esportivo do Barro Preto e foi celebrada pelo Padre Gilson De Oliveira Filho, um grande torcedor do Maior de Minas.

Funcionários do Cruzeiro e ainda centenas de torcedores celestes lotaram as dependências do local. Foi uma grande demonstração de fé e paixão pelo gigante Cruzeiro. Ao final da celebração o Presidente Gilvan de Pinho Tavares pediu paz nos estádios e união de toda torcida celeste na busca pelos títulos na temporada de 2016. O Presidente celeste fez questão de falar que rezou todos os dias do ano e fez o pedido de paz para todas as torcidas do Brasil.

“Rezei dia 1º, pedi paz para todos, família e para nossa administração, fui à missa no sábado, onde costumo encontrar com amigos e parentes e para minha surpresa a missa foi dedicada ao Cruzeiro Esporte Clube. Então meu dever de rezar no dia do aniversário e pedir o bem do time no ano e principalmente paz nos estádios. Aconselho a todos rezarem e acompanharem a mensagem do Papa Francisco para esse ano onde ele fala que 2016 é o ano da misericórdia e da paz. Vamos procurar a paz”, pediu o mandatário celeste.

Estavam presentes o Presidente do Clube, Dr. Gilvan de Pinho Tavares e os Vice-Presidentes, Dr. José Francisco Lemos Filho e Márcio Rodrigues Silva, além do Vice-Presidente de futebol Bruno Vicintin, que falou sobre sua primeira missa como Vice de futebol da Raposa.

“Muito emocionante, passa toda uma história na cabeça, desde criança torcendo do lado de fora, sonhando em um dia fazer parte de tudo isso, muito gratificante estar aqui e ao mesmo tempo junto do torcedor. O Cruzeiro é o Time do Povo e a torcida mostra sua força todos os dias”, finalizou o dirigente.

 (Este material está liberado para reprodução. Os órgãos de imprensa devem citar o Site Oficial do Cruzeiro como a fonte da informação.)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map