quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Cruzeiro vence na Toca III: 1x0

Cruzeiro 1 x 0 Corinthians - Toca III - 34ª rodada - Brasileirão 2018 
1º gol de David com o Manto Celeste.
Sem dificuldade
O Cruzeiro jogou ontem a noite no Mineirão com o "Time da Mídia" e venceu a partida sem se esforçar muito. Perdeu muitos gols, poderia ter sapecado uma goleada histórica para humilhar a galinhada de S.Paulo e revoltar a tuma de CUmentaristas da tvzona. Foi uma partida onde o Cruzeiro teve amplo domínio e impôs sua estratégia de deixar o time adversário jogar e dar aquelas pontadas mortais. Não fosse a grande atuação do goleiro deles realmente teríamos uma sonora goleada. O time paulista não conseguia se impor, não conseguia criar e não tinha força para vencer nosso bloqueio defensivo.

O jogo
O Cruzeiro entrou em campo a fim de proporcionar um bom jogo a sua torcida. Foi logo mostrando sua força ofensiva com inúmeras e boas tramas que terminavam nas defesas do goleiro. Aos 13 minutos em mais uma boa jogada Fred recebe sobra de bola de uma dividida e passa a David que dá um toquinho encobrindo o goleiro. Primeiro gol do atacante com a Camisa Celeste. Depois do gol o Cruzeiro continuou dominando as ações e teve várias e boas chances para aumentar o placar. No 2º tempo a galinhada paulista veio com mais vontade e pressionados foram mais ofensivos mas aí esbarraram na competência do MELHOR GOLEIRO DO BRASIL FABI1. Não deu pra eles.

Destaques
Sem dúvidas o melhor em campo foi David. Seu melhor jogo com a Camisa Celeste. Lutou muito, foi muito ofensivo e não foi fominha também deu assistências. No meio a dupla de Lucas (Silva e Romero) deu conta do recado. Robinho foi muito bem também. Ezequiel e Egídio foram excelentes. No ataque Fred e David deram a tônica do jogo e na defesa além de Fábio, Manoel e Léo também foram muito bem. Mesmo sem muita motivação, o que explica não ter goleado, o Cruzeiro jogou bem e não deu chances a turma paulista. Era hilário ver tanta crítica, tanta preocupação com o time da mídia. Avante Celeste.


FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 1 X 0 CORINTHIANS

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 14 de novembro de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins e Lucio Beiersdorf Flor (Ambos do RS)
Cartões amarelos: Douglas (2) (SCCP); Robinho, Fred (CRU)
Cartão vermelho: Douglas (SCCP)
Público: 15.520
Renda: R$ 128.669,00
GOL:
Cruzeiro: David, aos 13 minutos do 1T
CRUZEIRO: Fabio; Ezequiel, Manoel, Léo e Egídio; Lucas Romero e Lucas Silva; Robinho (Ariel), Mancuello (Patrick Brey) e David; Fred (Raniel)
Técnico: Sidnei Lobo
CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas; Romero, Jadson (Vital) e Pedrinho (Clayson); Danilo (Thaguinho).
Técnico: Jair Ventura

domingo, 11 de novembro de 2018

Cruzeiro tropeça no sul: 2x0

Atlético 2 x 0 Cruzeiro - Arena da Baixada - 33ª rodada -  Brasileirão 2018

Não dá pra cobrar
Pois é. Depois de não ter mais o que aspirar neste campeonato brasileiro o Cruzeiro segue com altos e baixos. Não dá pra cobrar muito dos guerreiros. Tudo bem que ganham uma grana alta e que deveriam ter mais compromisso com as vitórias que são tudo para nós torcedores, mas há que se compreender que o tal time de CASCUDOS quando sabe que não precisa mais se esforçar tanto, não se motiva para vencer todos os jogos. Ademais, o rival jogou bem e jogou em casa, sem falar que ainda tem objetivos claros na temporada ao contrário do Escrete Azul que já fez o que podia e deveria.

O jogo
Aos nove minutos o Furacão abriu o placar e já decretou assim que o Cruzeiro teria de se esforçar bastante para não sofrer a derrota. O Cruzeiro tentava abaixar a temperatura do jogo e tentava manter uma posse de bola onde poderia impor esta vontade. O Furacão era mortal nos contra ataques e aos 21 minutos conseguiu seu 2º gol deixando o placar finalizado no jogo. Aí o Cruzeiro acordou e tentou diminuir o prejuízo sendo mais agressivo. Não deu em nada. No 2º tempo pouca coisa mudou. O Cruzeiro não conseguia se impor no ataque e o Atlético parecia satisfeito com a vitória por dois tentos que não era em nenhum momento ameaçada.

Sem foco
O Time Azul ficou sem foco na competição é uma realidade que temos de aceitar como possível e até certo modo normal. Não há o que fazer na prática. Estamos a 5 jogos do fim do campeonato e com certeza o que passa na cabeça dos nossos Guerreiros Azuis são os planos para gozar suas merecidas férias. Talvez seja o momento de Mano Menezes já pensar o Cruzeiro de 2019, tentando formações com jogadores reservas que ficarão bem como, apenas com os titulares que permanecerão. Nada de perder tempo já que não há mais o que cobiçar, que comecemos os testes para a equipe de 2019. Avante Azul.


Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 10 de novembro de 2018, sábado
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)
Cartões amarelos: Jonathan, Wellington, Bruno Guimaraes e Léo Pereira (Atlético-PR); Henrique, Manoel, Cabral, Romero, Rafael Sóbis, Arrascaeta e Edilson (Cruzeiro)
Gols
ATLÉTICO-PR: Marcelo Cirino, aos 09 minutos e Raphael Veiga, aos 21 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan (Diego Ferreira), Thiago Heleno, Léo Pereira, Renan Lodi; Bruno Guimarães (Camacho), Wellington, Raphael Veiga; Marcelo Cirino (Rony), Nikão e Pablo.
Técnico: Evandro Forneri (auxiliar)
CRUZEIRO: Fabio, Edilson (Lucas Romero), Manoel, Léo e Egídio; Henrique, Cabral, Robinho (Barcos), Arracaeta e Thiago Neves; Raniel (Rafael Sóbis)
Técnico: Mano Menezes

domingo, 4 de novembro de 2018

Cruzeiro vence com tranquilidade: 2x1

América 1 x 2 Cruzeiro - Est. do América (Independência) - 32ª rodada - Brasileirão 2018
De Arrascaeta marcou belo gol e depois Thiago Neves não deixou por menos e fez belo gol de pênalti. Os dois tem 15 gols cada na temporada.
Tranquilo
Não tem palavra que retrate melhor o Cruzeiro deste fim de campeonato. O Time Azul joga com a leveza da despreocupação, já que conquistou o título da Copa do Brasil e não precisa se preocupar com classificação no Brasileirão porque tem e esta conseguindo manter uma boa posição e não tem mais como alcançar os líderes. O Cruzeiro então, joga tranquilo para cumprir a tabela e mais uma vez hoje foi assim. Não acelerou mas também não deu moleza ao América. Venceu sem dificuldade e conseguiu manter o domínio da partida. Na 1ª etapa até parecia jogo de adulto contra crianças. Deixava o time da casa jogar mas na hora que a coisa ficava mais séria o Cruzeiro chegava e tomava o controle novamente. Na parte final depois de fazer seu gol no pênalti cometido por Egídio o América ainda foi um pouco mais agressivo mas não o suficiente para ameaçar a vitória Celeste.

O jogo
O Cruzeiro mandou na partida, sobretudo na 1ª etapa onde dominou totalmente as ações. Aos 17 em boa jogada de Egídio que passou a Henrique e este deu ótimo passe a Arrascaeta que entrou na área e fez belíssimo gol para abrir o placar. O Cruzeiro ainda teve 2 ótimas chances com Thiago Neves e Barcos. Na etapa final, aos 4 Henrique entrou na área e sofreu pênalti batido e convertido pelo Thiago Neves. Daí pra frente o jogo ficou meio morno. O Cruzeiro cadenciando e o América meio desanimado. Após o gol do América aos 25 minutos é que o jogo voltou a melhorar. Os americanos começaram a acreditar num empate e se empenharam muito. Léo e Fábio foram determinantes para que a vitória se confirmasse. 

Destaques
Na defesa Léo foi muito bem. Ele não tem a grife e muito menos a babação dos "FALADORES" ESPORTIVOS (comentaristas que pouco entendem e só fazem repetir frases, bordões e argumentos idiotas) mas atua muito bem na maioria dos jogos. Dedé cometeu falta no atacante do América que o fraco árbitro não deu. Seria o pênalti que talvez virasse empate. Fábio fez ótimas defesas. No meio Ariel Cabral e Henrique foram soberbos. Na frente Thiago Neves até cansar e Arrascaeta deram a tônica do jogo. Barcos jogou taticamente e ajudou o time. Continua com sua maré de azar e poderia ter feito dois gols hoje. Mano segue com o time coeso e conseguindo motivá-los neste momento em que quase não há motivo para correr e se empenhar para vencer os jogos. De parabéns. 


CRUZEIRO 2 X 1 AMÉRICA
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte-MG.
Data: 04/11/2018, Domingo
Horário: 17 horas (de Brasília).
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Henrique Neu Ribeiro (SC)
Cartões: Juninho, Zé Ricardo (América); Egídio (Cruzeiro)
Gols: Arrascaeta, aos 18 minutos do primeiro tempo, Thiago Neve, aos 4 minutos do segundo tempo (Cruzeiro); Rafael Moura, aos 25 do segundo tempo (América)
AMÉRICA – João Ricardo; Norberto (Rafael Moura), Messias, Matheus Ferraz e Carlinhos (Robinho); Juninho, Zé Ricardo e Zé Ricardo, Aderlan (Matheusinho); Ruy, Giovanni e Luan. Técnico: Adilson Batista
CRUZEIRO – Fábio, Edilson, Dedé, Léo, Egídio, Henrique, Ariel Cabral, Thiago Neves, Robinho (Lucas Silva), Arrascaeta e Barcos (Raniel).
Técnico: Mano Menezes.

sábado, 27 de outubro de 2018

Cruzeiro passa fácil pelo Paraná: 3x1

Cruzeiro 3 x 1 Paraná - Toca III - 31ª rodada - Brasileirão 2018
O Artilheiro Fred esta de volta. Foi dele o 2º do Cruzeiro.
Foi mole
Foi mesmo. O time do Paraná é o lanterna do Brasileiro e seu desempenho ridículo em campo justifica perfeitamente sua posição na tabela. O time não tem meio-campo, não tem ataque e a defesa titubeia toda hora. O Cruzeiro não teve dificuldade alguma para vencer o time do Paraná e não fosse a tranquilidade que domina o time neste momento do campeonatoa, teríamos imposto uma goleada história e humilhante no tricolor paranaense. Além dos 3 gols ainda teve a bola no travessão do Sóbis que até teria merecido o gol.

O jogo
Só o Cruzeiro jogou. O Paraná se limitou a se defender o jogo inteiro. Deve ter feito umas 4 finalizações em todo o jogo. O Cruzeiro poupando alguns reservas é que propôs o jogo e dominou completamente as ações. Até gol para o Paraná o Cruzeiro teve de fazer. A bola bateu na barriga do Egídio e entrou. O 1º do Cruzeiro foi de Arrascaeta, aos 9 minutos. Ele aproveitou chute rebatido de Fred. Arrascaeta encobriu o goleiro. Lindo gol. O 2º foi de Fred que jogou quase os 90 minutos. Ele marcou aos 14 minutos com belo chute deslocando o goleiro. No 2º tempo Sóbis sofreu e bateu o pênalti fazendo o 3º do Cruzeiro.

Destaques
Interessante que o tal Bobo Faria não para de repetir em todos os jogos que o Arrascaeta começou a jogar futebol depois da Copa, como se Copa do Mundo fosse um reformatório de jogadores. Coisa de quem não tem o que falar. O time não foi brilhante, jogou para o gasto enfrentando o time mais fraco do campeonato. Mano deu uma bronca hercúlea em David que ta devendo muito. Esta tendo muitas chances e não consegue demonstrar que tem potencial. A continuar assim não terá lugar no time em 2019.



FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 3 X 1 PARANÁ
Local Estádio Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data: 27 de setembro de 2018, sábado
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)
Cartões amarelos : Igor, Rayan (Paraná)
Gols
CRUZEIRO: Arrascaeta, aos 09 minutos e Fred, aos 14 minutos do primeiro tempo; Rafael Sobis, aos 03 minutos do segundo tempo
PARANÁ: Egídio (contra), aos 19 minutos do primeiro tempo
CRUZEIRO: Fábio, Ezequiel, Dedé, Léo, Egídio; Lucas Romero, Lucas Silva, Arrascaeta (David) e Mancuello (Bruno Silva); Rafael Sobis e Fred (Raniel).
Técnico: Mano Menezes
PARANÁ: Richard; Wesley Dias (Mansur), Jesiel, Rayan e Igor; Leandro Vilela, Jhonny Lucas (Alesson), Alex Santana; Andrey, Juninho (Silvinho) e Grampola.
Técnico: Dado Cavalcanti

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Cruzeiro decepciona a torcida no Mineirão: 2x0


Cruzeiro 0 x 2 Ceará - Toca III - 28ª rodada (Jogo atrasado) - Brasileirão 2018 
Decepcionou
Ainda festejando a conquista do inédito BI e HEXA Campeonato da Copa do Brasil a Torcida Azul saiu decepcionada esta noite da Toca III. O Cruzeiro não jogava mal, mas o Ceará que vem de uma arrancada de recuperação no Campeonato não estava ali para brincar. Aproveitou e muito bem as oportunidades que teve. O 2º gol então foi um presente no erro de David que perdeu a bola no ataque e saiu desesperado atrás do atacante cearense sem ao menos conseguir alcançá-lo. Uma cena ridícula até. Foi frustrante, ainda mais que a Diretoria tinha aberto os portões para mulheres e crianças. Ainda bem que a homenagem ao Fábio800 pelos 800 jogos com a Camisa Celeste foi no início do jogo pois nem haveria clima após a partida.

O jogo
O Cruzeiro não jogava mal. Inclusive no 1º tempo teve ótimas chances, jogou bem melhor que o Ceará embora o time do nordeste tivesse mais volume, não levava perigo ao gol de Fábio. O Cruzeiro teve uma oportunidade de ouro com Rafinha que merecia ter feito o gol, infelizmente o goleiro cearense fez ótima defesa. O mesmo Rafinha teve outra oportunidade e também não conseguiu o gol. Mandou na trave. Thiago Neves também teve a sua. O problema é que o Cruzeiro jogava com um pouco de displicência. Egídio errando passes e assistindo David perder a bola no ataque sem esboçar reação foi uma amostra do que se viu no jogo.

Destaques
Como já dito Egídio fez péssima partida. De produtivo só deu um bom chute para arrematar uma boa trama de ataque, mas, a bola foi pra fora. David fez a lambança que resultou no 2º gol. Rafinha foi bem e Thiago Neves também. Até Barcos participou de pelo menos duas boas tramas ofensivas. Léo e Manoel foram bem na defesa. O restante do time levou mais ou menos, mas sem dúvidas o que pesou na derrota foi a displicência. Não podemos abandonar ainda o Brasileirão, precisamos de mais algumas vitórias para não passarmos por nenhum susto. Avante Celeste.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 0 X 2 CEARÁ
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 24 de outubro de 2018, Quarta-feira
Horário: 19 horas (horário de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)
Gols: Arthur, aos 17 e aos 35 minutos do segundo tempo (Ceará)
Cartões: Thiago Neves (Cruzeiro); Ricardinho (Ceará)
CRUZEIRO: Fábio; Edílson, Manoel, Léo e Egídio; Henrique, Ariel Cabral (Raniel), Thiago Neves (David), Rafinha (Lucas Silva), Robinho e Barcos
Técnico: Mano Menezes
CEARÁ: Everson; Fabinho, Tiago Alves, Luiz Otávio, João Lucas, Richardson, Juninho, Ricardinho, Calyson (Felipe Azevedo), Arthur, Leandro Carvalho (Valdo)             Técnico: Lisca
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Você no mapa:


Visitor Map