quarta-feira, 29 de julho de 2009

Sorín aposenta e entra para a história do Cruzeiro




Chegou o dia, Sorín anunciou hoje sua aposentadoria como jogador de futebol.
A Nação Azul recebe a notícia num misto de surpresa, melancolia, agradecimento e tem a certeza de que o ídolo entra agora, para a história do Cruzeiro Esporte Clube.

Sorín teve uma empatia com a torcida Celeste desde que vestiu pela primeira vez o Manto Estrelado em 2000, quando sua história no Clube do Barro Preto se iniciou. Foi um jogador que sempre personificou o que todo torcedor quer de seus ídolos. Lutador, vibrante e incansável ele sempre demonstrou amor à Camisa Azul com as cinco estrelas mais lindas do planeta. Conquistou a admiração não só dos torcedores, mas dos colegas, dos dirigentes e de todos com os quais se relacionava.

Há pouco tempo tive o prazer de conhecer Jorge Schulman, um inteligente argentino que vive no Brasil, em Belo Horizonte. Schulman foi quem deu as primeiras aulas de português à Sorín quando este chegou a Minas para jogar pelo Cruzeiro. Schulman nesta oportunidade nos contou muitas passagens envolvendo Juampi. Falou de seu amor ao Cruzeiro e à Belo Horizonte. De seu respeito à Torcida Celeste, por quem tinha muito carinho.


Agora Sorín passa a pertencer a galeria dos grandes jogadores que já vestiram a Camisa Celeste, como esses será sempre lembrado pelas gerações futuras de torcedores do Maior de Minas. Ele não só foi bom com a bola nos pés, mas foi também muito bem com suas ações e atitudes enquanto esteve por aqui.

Na internete hoje e amanhã, e por muitos dias ainda, encontrar-se-ão muitos e longos textos falando tudo sobre Sorín. Dados precisos sobre a carreira do lateral esquerdo Cruzeirense. Por isso nesse momento prefiro enfocar o lado de um simples torcedor. Quero falar humildemente para meus leitores o quão emocionante é para nós esse momento.

Não se fabricam ídolos da noite para o dia, a cada dia fica mais difícil se construir a imagem de um ídolo para uma Nação. Nós valorizamos por isso esse momento. Sorín representa muito para todos nós torcedores azuis. Num passado recente tivemos Alex, um outro ídolo, nos dias atuais temos Kleber também um jogador que faz nos orgulharmos de ter o Cruzeiro como nosso clube do coração, mas Sorín... Ele é diferente, ele não é só, simplesmente só um jogador, ele representa mais. Ele nos passa a impressão de ser o que todos nós queríamos ser, um torcedor que pode vestir a Camisa do Cruzeiro e ajudar o time em suas conquistas. Esse é o sentimento que temos por Sorín, ele é UM DE NÓS DENTRO DE CAMPO.

Estamos tristes por saber que Sorín não entrará em campo mais com a camisa Estrelada de número 6. Estamos alegres por que ele nos deu a honra e o prestígio de estar perto de nós nesse momento importante de sua vida. Estamos esperançosos de que a história, a relação entre o craque, o ídolo e o Cruzeiro não se acabe aqui.

Este texto foi produzido tão logo foi divulgada ontem a notícia da aposentadoria de Juan Pablo Sorín, o Juampi.





8 comentários:

Lucineia Silva... disse...

Carlão neste momento é difícil conter as lágrimas. Ontem quando ouvi a notícia pela primeira vez, por tão absurda que soava para mim, eu não quis acreditar. Mas em seguida outra emissora de grande repercussão em Minas confirma a notícia. É difícil viu! Parabéns o post ficou perfeito. Por isso gosto tanto de vim até aqui. Você apresenta os fatos super bem, e hoje, escreveu o que cada torcedor, que ama nosso ídolo, esta sentindo. Falo isso não para “puxar saco”, não sou disso. Mas de fato gosto muito de você e de seu blog, e o considero como um amigo, virtual, mas amigo. rsrsrs
Grande verdade: Sorín representava cada um de nós lá no campo sim. Lamento profundamente sua saída. Podia ter esperado mais. Ai meu Deus!
Sorín disse ontem que ia continuar por aqui... tomara que sim. Tem muita coisa boa para ele continuar fazendo no nosso amado Cruzeiro Esporte Clube.


Saudações! Bjos

gerson disse...

É bonito ver um jogador como Sorín, q se identificou com o clube e tornou-se um grande ídolo. Pena que não pode jogar como nos velhos tempos. Com qtos anos ele está?
Abraço

Carlão Azul disse...

Prezado Gérson, ele tem somente 33 anos.

Realmente eu achei que talvez fosse muito precoce, mas as lesões que vem tendo são muitas e repetidas justificam sua atitude.

Clítia Milagres disse...

Realmente uma mistura de tristeza e alegria. Tristeza por sair sem ter feito o que queria esse ano, como ele bem disse. Alegria, por tê-lo como ídolo, um homem com caráter raça e amor ao Maior de Minas.
Com certeza, suadades eternas.

Valeu Sorin!

Leônidas Cruzeirense disse...

O próprio Sorin disse que estava saindo por não ter chances de jogar com o Adilson. Mais um. É FATO!

Leônidas Cruzeirense disse...

Caro Carlão, participe do Bolão BLC. Não quer uma camisa do Dida não?

fanny disse...

Saudades sempre...

ƒ@ß!0 disse...

Sorin eterno.. Sem palavras!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map