sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Cruzeiro vence "filial" com mais um placar dilatado 4x2

Nacional 2 x 4 Cruzeiro - 1ª rodada (jogo que foi adiado) - Estádio Farião - Camp. Mineiro 2012
W.Paulista, fenomenal, 5 jogos 8 gols. E vem mais por aí.
Não é o que parece
Quase uma goleada, mas o placar mais uma vez é mentiroso. Aliás mais que mentiroso o placar na verdade traduz bem o que é o Cruzeiro em campo hoje, ou melhor, em última análise podemos dizer que a construção do placar deste jogo realmente mostra o Cruzeiro 2012, é o raio x do time nesta temporada, senão vejamos:
O Cruzeiro começou ganhando de 1x0 no 1º tempo. Fez seu gol aos 17min e manteve a vitória até o intervalo, manteve ou desistiu de jogar temporariamente. Logo aos 3min do 2º tempo o Nacional empatou, coincidentemente nesses minutos e nos que antecederam ao empate a nossa torcida vaiava incessantemente o time. O Nacional fez mais um aos 23 virando o jogo e o Cruzeiro, assustando-se, tomou novamente o domínio da partida em seguida e novamente virou o placar alcançando a vitória. Ou seja, o time é ainda muito inconstante, exatamente como foi o placar desse jogo.

Instabilidade
Com tanta vaia para o técnico como também para Diego Renam o time ficou instável e sofreu muito tendo Fábio feito boas defesas até que o Nacional virou o jogo. Era hora de mudar e W. Mancini quis poupar a D.Renan sacando-o e colocando nosso "pupilo" Wallyson. O futebol sempre surpreende. Parece que o time ficou novamente animado, empatando aos 27 e passando à frente no placar no minuto seguinte, mais dois gols de W.Paulista o artilheiro que iria pedir música no Fantástico. Esse 3º gol nasceu de bela jogada do craque Montillo. A partir daí a torcida voltou a ter um comportamento normal, apoiando o time.

Montillo Sempre!
O nosso Camisa 10 tem sido fundamental, sobretudo nessa temporada.
Indispensável ao time o argentino participa de quase todas as nossas jogadas de gol. Sofreu o pênalti em que Wallyson bateu e fez seu 1º gol após sua contusão, e devido a isso emocionou-se muito o que comoveu a Nação Azul e fechando o placar do jogo. Mas Montillo tem se mostrado mesmo indispensável ao time nesses últimos jogos. Claro que sempre o Argentino vai ser esse jogador incansável, determinado e objetivo, mas na atual conjuntura, com um time mudado e com muitas peças ainda desconhecidas do torcedor, o Cabalero Azul vem se destacando ainda mais. Que bom que nosso presidente o manteve no time, sem ele é até difícil imaginar como estaríamos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map