quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Cruzeiro não reverte placar na Copa do Brasil: 0x1

Cruzeiro 0 x 1 Atl.MG - Mineirão - Final - Jogo de volta  - Copa do Brasil 2014
De tudo um pouco
Sim muitos são os fatores que se somaram para juntos nos causarem essa decepção. Cansaço? Sim podemos atestar que sim, nossos guerreiros estão cansados. Mas os outros times também não jogaram várias competições paralelas como o Cruzeiro? Sim jogaram, mas o Cruzeiro teve de matar um leão a cada jogo do Brasileiro para defender sua liderança. Não é a mesma coisa. Todos os times jogavam fechados no Mineirão e ficavam a espera de um erro do Cruzeiro para dar o bote. Vários conseguiram e a Raposa teve de correr atrás do prejuízo e também por muitas vezes conseguiu reverter. Quem não se lembra daquela sequência de jogos em que cismaram de anular gols do Cruzeiro. Tínhamos de fazer 2 ou 3 para valer 1 e os fazíamos, mas, isto teve um preço. O teorema do cansaço repetido na mídia e às vezes até referendado dentro do Cruzeiro pode também ter tido uma contribuição grande no espírito dos atletas. Eles se cansaram com certeza, de ouvir que estavam cansados. Faltou vontade? Não saberíamos se faltou vontade, mas com certeza era nítida a diferença entre os dois times que disputaram os jogos da final. Não podemos dizer que tiveram a mesma intensidade! Faltou sorte? No lance do gol ilegalmente validado da 1ª partida (estava impedido o jogador do time das Rosas) poderíamos dizer que faltou mas tivemos outros lances em que a bola não entrou por sorte nossa, é complicado dizer que faltou sorte mas, no lance descrito foi o que ocorreu! Falhamos? Claro, não fosse isso os gols não tinham saído. Mas os jogadores são humanos, até que ponto podem ser responsabilizados por uma ou outra falha?

NÓS SOMOS TETRA
O que importa é que sem a vitória ontem podemos nos contentar em dizer que unificamos nossos títulos nacionais, AGORA SOMOS TETRA. Tetra na Copa do Brasil e Tetra no Campeonato Brasileiro e isso é pouco? Quantos time no Brasil tem tantos títulos como nós? Quantos times no Brasil são bi campeões brasileiros na mais correta interpretação da expressão BI CAMPEÃO? O Cruzeiro é o Maior de Minas por suas GRANDES CONQUISTAS. Não estamos colecionando taças desde ontem. Desde 1966 o Cruzeiro se agiganta a cada década. Fomos os CAMPEÕES DA DÉCADA DE 90. FOMOS rankeados pelo IFFHS como o MELHOR TIME BRASILEIRO DO SÉCULO XX (leia aqui)O 10º MELHOR CLUBE DO MUNDO NO SÉCULO XX (leia aqui). Somos sem dúvidas o time que ORGULHA MINAS GERAIS. 

Minas continua sendo AZUL
A torcida Azul fez um espetáculo belíssimo no Mineirão. Mesmo não tendo conseguido a vitória a torcida cantou e comemorou com os nossos Guerreiros a conquista do Tetra Campeonato Brasileiro. Mesmo após o jogo boa parte dos torcedores não arredou o pé do estádio e cantou e gritou a plenos pulmões: Nós somos loucos, somos Cruzeiro! Bela festa que mostrou que nada mancha a bela história do Maior de Minas, a história do Cruzeiro Esporte Clube.




FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 0 X 1 ATLÉTICO-MG
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 26 de novembro de 2014, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Asp. Fifa/SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/SP) e Emerson Augusto de Carvalho (Fifa/SP)
Cartões amarelos : Willian, Egídio (Cruzeiro). Rafael Carioca, Luan, Maicosuel, Leonardo Silva, Dátolo (Atlético-MG)Cartão vermelho: Leandro Donizete (Atlético-MG)Gol: ATLÉTICO-MG: Tardelli, aos 47 minutos do primeiro tempo
CRUZEIRO: Fábio; Ceará (Júlio Baptista), Léo, Bruno Rodrigo e Egídio; Henrique (Willian Farias), Nilton, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart; Willian (Dagoberto) e Marcelo Moreno
Técnico: Marcelo Oliveira
ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Leandro Donizete, Rafael Carioca (Pierre), Dátolo e Luan (Maicosuel); Diego Tardelli (Eduardo) e Carlos
Técnico: Levir Culpi


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map