sexta-feira, 4 de junho de 2010

Cruzeiro trava o Santos mas não consegue a vitória

Thiago Heleno, firme na defesa até que se machucou.

Cruzeiro 0 x 0 Santos - 6ª rodada do C. Brasileiro 2010
Bom jogo
Foi um bom jogo, movimentado e com muita disputa. Pela primeira vez no ano o Santos não conseguiu fazer gols em um jogo. A defesa celeste TÃO QUESTIONADA pela turma que atende aos interesses da galopress sobretudo, parou com eficiência o ataque santista, isso sem falar que jogávamos desfalcados do nosso "melhor" zagueiro.

Thiago Heleno, muito questionado foi perfeito nessa partida. Gil como vem mostrando nos últimos jogos que cresceu muito, foi seguro em todas as suas investidas. Não deu sorte quando conseguiu mandar uma bola no travessão. Por pouco, muito pouco não deu a vitória ao time celeste.

Sem alternativas
Adilson Batista sem muitas alternativas montou um time com 2 linhas de quatro e conseguiu pelo menos neutralizar tanto o meio quanto o ataque santista. Na frente, devido a falta de qualidade, Thiago Ribeiro lutava sozinho, não conseguimos ser muito eficientes, embora tenhamos dado um calor na zaga santista. Eliandro ainda não ta pronto para vestir a camisa Celeste, inseguro ele desperdiçou algumas boas chances.

Destaques
Thiago Heleno sem dúvidas foi o destaque do jogo. Seguro, o jogador mais questionado do time, mostrou que merece vestir o Manto Celeste e foi o MELHOR em campo. Jogou muito e se contundiu, acabou o jogo, praticamente fazendo número em campo.

O PIOR foi o árbitro. Wilton Pereira Sampaio (DF), próximo ao lance, amarelou e não deu o pênalti claro sobre Eliandro. Influiu DIRETAMENTE no resultado do jogo, garantiu o empate para o Santos.

Fora das quatro linhas
Este jogo teve a importância de ser o jogo de despedida do Cruzeiro do Mineirão que agora será fechado para reformas, visando a copa 2014 e só voltará a funcionar em 2013. Nesse jogo também foi feita uma homenagem ao grande goleiro do Cruzeiro, Fábio. Ao lado de Raul, Fábio foi o único goleiro celeste a receber tão significativa homenagem. Muito justa por sinal.
Jonathan, também foi homenageado na noite. Apesar de já ter 214 jogos com a camisa Celeste recebeu a homenagem pela passagem de 200 jogos em que envergou o Manto Celeste.
Fábio gravando suas mãos na "Calçada da Fama"
Jonathan recebeu uma homenagem pelos 200 jogos com a Camisa Celeste.
O rei do Mineirão, o grande campeão do estádio só volta a pisar essa grama em 2 anos.

2 comentários:

Blog do Vascão disse...

Pelo menos vocês estão pontuando, nós estamos decendo ao fundo do poço de novo.

Abraço
Jefedrson

RÁDIO RAPOSA disse...

É o que vinhamos falando já há algum tempo na Rádio Raposa.
O problema era mais o meio de campo que não marcava direito do que a zaga.
Quando o meio jogou mais fechado os zagueiros mostraram serviço.
Pena que o AB descobriu isso tarde demais.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map