segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Cruzeiro vence Galo, freguês fidelizado

Atl (MG) 0 x 1 Cruzeiro - Arena do Jacaré - 12ª rodada do C. Brasileiro 2010.

Wellingol, pela 2ª vez consecutiva é quem define o clássico à favor do time Celeste.
Cuca mantém a tradição e a supremacia celeste.
Jogo de uma só torcida os jogadores comemoram entre si o gol e a vitória celeste.

Colher de chá
O Cruzeiro é tido como um time ressuscitador de defuntos e que tem sempre compaixão de clubes que habitam a zona do rebaixamento. Por várias ocasiões cedeu vitórias a esses times que conseguiam dessa maneira dar uma respirada e tentar sair da região incômoda da tabela. Ontem não foi assim.
Como de costume, mais uma vez o Cruzeiro venceu seu rival local e deixou frenética a frangaiada que assistia o embate, desta vez a Raposa não deu colher de chá.

Jogando para a torcida
Foi isso que o Clube Estrelado fez. Aos 32 do 1º tempo, com um petardo de fora da área, Wellington Paulista abriu e definiu o placar do jogo. Á partir daí o Cruzeiro, aproveitando-se de estar no tão sonhado (os zebrados, como todo time pequeno sempre sonharam em ter um estádio pequeno, onde pudessem fazer "pressão" nos times visitantes) "caldeirão do galo", abaixou o fogo e 'quase que literalmente' cozinhou o "galo véio" em fogo brando. No 1º tempo o Cruzeiro teve 52% de posse de bola, mas não tendo armadores em campo não mantinha a bola no ataque e nem conseguia fazer muitas jogadas agudas.

Os primeiros 500 gols
Com o gol de Wellingol o Cruzeiro é o 1º clube à completar 500 gols na era dos pontos corridos no Camp. Brasileiro. Mais um dado estatístico que comprova que o Cruzeiro é um dos clubes que mais bem se estrutura para disputar o campeonato. Isso prova a regularidade do Time Azul.

Fidelização
Mesmo com desfalques importantes no time o Cruzeiro conseguiu vencer suportando uma pressão incrível da torcida adversária (única no estádio) e outra pressão do time do decadente técnico Luxemburgo em campo. Claro que a pressão exercida pelo time branco e preto era mais na base do desespero de um time que esta na vice-lanterna do campeonato. Com mais essa vitória o Cruzeiro vai mantendo um belíssimo retrospecto ante o rival citadino. São praticamente 3 anos sem perder para o time de Vespasiano (jogando com nosso time titular), o que comprova que, exceto para a Galopress e para a 3ª torcida de Minas ( o Flamengo tem mais torcida que o Zebrado dentro de Minas), o Cruzeiro é ainda o grande rival para o time do Código de Barras, mas a recíproca não é verdadeira, para o Cruzeiro esse timinho é apenas um adversário local.
Cuca, estreante no clássico local, mantém com essa vitória a trajetória e tradição dos últimos anos com Adilson Batista. O galeto venceu o Cruzeiro pela última (com nosso time titular em campo) vez na final do campeonato mineiro de 2007. Isso é que é tradição.

Veja o vídeo, clique aqui.

11 comentários:

disse...

Carlão, saudações Celestes!
Nosso time é lindo demais da conta viu... eita Orgulho!!!!
Fiquei tão feliz com a vitória, mostrou a maturidade e união do grupo, e mais, o Fábio é o melhor goleiro do Brasil!!!

Seja como for ganhar do galo é sempre gostoso!
Iupppppp!!!


Abraço.

CADERNO DE ESPORTES disse...

FOI UM BELO GOL!

Claudio Henrique disse...

Mais uma vez o Galo perde para a Raposa. Frguês do clube Celeste nos últimos anos, FATO.

Abraços!

simone castro disse...

E aí, Carlão! Bela vitória ontem, mais pela garra e pela união, diante de todo o cenário montado para favorecer as rosas...rsrsrs
Prepararam uma armadilha para a raposa, que esperta como ela só, não caiu.
A fidelização continua, e ainda vai continuar por muito tempo!
Quanto à Galopress, a cada dia mais elas se superam em imbecilidade, parcialidade e falta de profissionalismo. Deixe estar...

Chora, galinhada!!!!!!!!!!!!
Abs!

Raposa Azul disse...

Ganhar das cocotas tem virado rotina, já perdeu até a emoção. Como li hoje em um blog, "O atlético não é mais fregues, é cliente VIP" hahahahahah

Vamos continuar vencendo, rumo ao topo da tabela. EU ACREDITO

blograposaazul@blogspot.com

Saudações celeste

Leônidas Cruzeirense disse...

É isto aí amigo Carlão, o Rosa-MG é e sempre será o nosso maior freguês. Só acho que poderia ter sido mais fácil se o Cuca não tivesse recuado tanto o nosso CRUZEIRO. É FATO!

RÁDIO RAPOSA disse...

No final do jogo ouvi um torcedor rosinha dizendo que foi um jogo de um time grande atacando e um time pequeno defendendo.
É incrível como elas não tem um pingo de humildade.
Comparar o atretico com o Cruzeiro só se for nos tempos antigos. Hoje não tem mais pras rosanas.
E é por causa dessa arrogancia do timinho rosado que é muito bom ganhar deles.

Nossos Mundos Colidem..! disse...

Eu não vi o jogo,esqueci de comemorar.. '--
mas isso ai ja virou rotina neh..!
Zeeeeero! ^^

Braccini disse...

Tem interesse em parceria (troca de banner e/ou link)?
Futebol – Paixão e Profissão
Abraços!

disse...

Normal!!!!

disse...

Carlão ganhar um clássico é sempre muuuuito gostoso!!!!

Abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map