sábado, 19 de abril de 2014

Em noite de pouca sorte Cruzeiro só empata: 1x1

Cruzeiro 1 x 1 Cerro Porteño - Mineirão - Toca III - Fase de grupos - Libertadores 2014

Faltou o quê?
Não dá pra acertar de cara. Faltou sorte, faltou objetividade, faltou tranquilidade. Agora, sobrou azar. Bolas que em outros dias entrariam ficaram nas mãos do goleiro. Lances bonitos que noutros dias entrariam foram para fora. Lances que em outros dias o juiz anularia, nesta noite resultou no gol do Cerro. Lances que noutros dias o juiz validaria, invalidaram e o Cruzeiro não saiu do sufoco até o finalzinho do jogo... Noite ruim, só isso. Talvez até o que mais tenha contribuído, quem sabe, teria sido o cansaço dos atletas. Domingo disputamos uma final tensa contra os apenados de Vespasiano, já na quarta ter de enfrentar a dura retranca paraguaia pode ter sido muito para nossos Guerreiros Celestes.

Domínio
O Cruzeiro dominava o jogo. Nossa meiúca não perdia uma bola. O Cerro veio para empatar e de preferência por 0x0. Aos 31 do 1º tempo o Cerro achou um gol num lance sob suspeita na nossa área. Uma pena. O jogo estava dominado pelo time Azul que massacrava a defesa paraguaia. A partir daí o time perdeu-se um pouco e já não foi tão efetivo. A torcida não deixou de acreditar mas sofreu um pouco com uma possível e inédita derrota para um time paraguaio. Eis que só nos acréscimos num lance de muita raça Samúdio, ele o Paraguaio Azul deu um chute a queima-roupa que resvalou num defensor e enfim enganou o goleiro "fazedor de cêra" do Cerro.

Classificação
Não tem nada impossível. Nem acho que a classificação para a próxima fase esta mais complicada que a da última fase. Acho que agora é mais fácil, mas, claro, tudo pode acontecer no Paraguai. O Cruzeiro tem time, tem tradição, tem nome e tem respeito suficiente para voltar do Paraguai classificado, nada de anormal nisto. Precisa é de empenho, de "sangue nos zóio" dos jogadores, exatamente o mesmo espírito que eles levaram nas malas para o Chile, no jogo contra o Universidad. É só repetirem a receita do bolo que já  conhecem e com certeza adoram o paladar.


FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 1 X 1 CERRO PORTEÑO
Local:  Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 16 de abril de 2014, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Daniel Fedorczuk (URU)
Assistentes: Carlos Pastorino e Gabriel Popovitz (ambos do Uruguai)
Cartão amarelo: (Cerro Porteño) Alonso
Gols:
Cruzeiro: Samudio, aos 48 minutos do segundo tempo
Cerro Porteño: Angel Romero, aos 31 minutos do primeiro tempo
CRUZEIRO: Fábio; Ceará (Mayke), Bruno Rodrigo, Dedé e Samudio; Lucas Silva, Henrique, Elber (Borges) e Everton Ribeiro; Willian e Júlio Baptista (Marlone)
Técnico: Marcelo Oliveira
CERRO PORTEÑO:  Fernández; Bonet, Cardoso, Ortiz e Alonso; Corujo, Oviedo, Julio dos Santos e Oscar Romero (Candia); Guiza (Riveros) e Angel Romero (Beltran)
Técnico: Arce

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map