sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Virada heróica do Cruzeiro no sul: 2x1


Grêmio 1 x 2 Cruzeiro - Arena do Grêmio - 35ª rodada - Brasileiro 2014
Um pacto pela vitória pode ter sido decisivo na grande partida.
Dois tempos
Mais um jogo em que tivemos dois tempos distintos. No 1º tempo, não entramos em campo. Fizemos apenas uma finalização aos 30 minutos num chute fraquinho, sem nenhum perigo. Impressionante como não conseguimos produzir NADA ofensivamente. Num erro Celeste o Grêmio que jogava muito mais que o Cruzeiro abriu o placar. O time gaúcho bobeou, pelo domínio da partida que tinha, deveria ter definido o jogo naquele momento, ainda mais que abriu o placar 10 minutos apenas, de jogo. Mas consciente, respeitou o líder, o Campeão Brasileiro e deixou para definir o jogo somente no 2º tempo.

Heróica
O erro do time sulista foi este. No 2º tempo o Time Celeste voltou TOTALMENTE DIFERENTE. Já nos primeiros minutos dava para ver que o Cruzeiro era outro. Mais determinação, mais vontade, mais eficiência, mais foco. A MÍSTICA CAMISA BRANCA começou a mostrar sua força. Primeiro com defesas sensacionais de Fábio depois com boas triangulações do Time Celeste no campo ofensivo. Logo aos 19, Ricardo Goulart empatou a peleja. Dez minutos depois Everton Ribeiro virou o placar a nosso favor e à partir daí o Cruzeiro usou de sua frieza e inteligência e administrou o jogo. Não foi fácil pois o Grêmio não se entregou, mas felizmente o final foi feliz para a Nação Azul.

O contexto
Com mais de 40.000 gremistas no estádio, com toda a mídia só reforçando os feitos recentes do time do sul, o tricolor gaúcho, do técnico sobrevivente recente do holocausto alemão, Filipão, de repente, tornou-se uma unamidade entre "jornalixtas e cumentaristas". As frases feitas eram só de elogios ao Grêmio. Seis jogos sem perder, vitória acachapante sobre o rival Inter, não perde para o Cruzeiro há 7 anos, o Grêmio esta embalado e por aí vai. Os problemas do Cruzeiro não foram poucos. Aos 23 minutos do 1º tempo Ceará pede substituição. Aos 31 foi a vez de Marquinhos também pedir pra sair. Logo depois foi a vez do outro lateral Samúdio, pedir substituição por lesão sofrida. A impressão que se tem é que todo o time do Cruzeiro joga no sacrifício, no limiar da exaustão. Mas, alheio, o Cruzeiro resolveu desintegrar TUDO ISSO no vestiário e voltou  totalmente diferente para o 2º tempo. Voltou como o CRUZEIRO CAMPEONÍSSIMO DO BIÊNIO 2013/2014. Arrebentou com o time tricolor gaúcho e conseguiu escrever mais uma página heróica na sua história, página esta que receberá certamente contornos dourados caso a conquista do TETRA se materialize.

Ricardo Goulart e Everton Ribeiro os autores dos gols da vitória épica.
FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 x 2 CRUZEIRO
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 20 de novembro de 2014, quinta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Vinícius Furlan (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho van Gasse (ambos Fifa-SP)
Renda: R$ 1.441.011,00
Público: 43.012 (40.497 pagantes)
Cartões amarelos: Zé Roberto, Riveros e Pará (Grêmio); Mayke, Samudio e Willian Farias (Cruzeiro)
GOLS: GRÊMIO: Riveros, aos 12 minutos do primeiro tempo
CRUZEIRO: Ricardo Goulart, aos 19, e Éverton Ribeiro, aos 30 minutos do segundo tempo
GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Geromel, Rhodolfo e Zé Roberto; Walace, Riveros (Alán Ruiz), Ramiro, Luan (Giuliano) e Dudu; Barcos (Lucas Coelho)
Técnico: Luiz Felipe Scolari
CRUZEIRO: Fábio; Ceará (Mayke), Léo, Bruno Rodrigo e Samudio (Egídio); Nílton, Willian Farias, Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart; Marquinhos (Willian) e Júlio Baptista
Técnico: Marcelo Oliveira

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map