segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Cruzeiro mantém em S.Paulo invencibilidade de 12 jogos: 1x1

Palmeiras 1 x 1 Cruzeiro - Allianz Parque - 36ª rodada - Brasileiro 2015  

Bobeira
O Cruzeiro abusou da sorte e perdeu um jogo que ganharia com o "pé nas costas". Há que se considerar que nosso time já esta de férias, já concretizou aquilo que era o mais importante depois do início tão conturbado do Brasileiro deste ano, afastar o perigo do descenso. Convenhamos, agora estamos só cumprindo tabela. Mano já poderia ter começada a observação mais rigorosa dos nossos atletas, mudando bem o time e vendo como os atletas se comportam em campo. De qualquer forma vamos somando pontos e poderemos ultrapassar nossa marca no próximo jogo de mais de 12 partidas de invencibilidade desde 2003, ou seja, na era dos pontos corridos. Não fosse a tragédia do nosso desempenho no 1º turno estaríamos com certeza entre os 3 primeiros.

O jogo
O Cruzeiro dominou os 90 minutos do jogo. Infelizmente o nível do 2º tempo foi bem mais baixo que da 1ª etapa. O Cruzeiro só administrou no 2º tempo e num lance fortuito, de muita sorte, acharam um gol na única falha de nossa defesa. Deixaram o atacante deles subir sozinho e ele não deu chances ao Fábio. No mais dava muito para vencermos pois o Palmeiras era um amontoado de jogadores que tinham apenas muita vontade e empenho mas era totalmente desorganizado e sem qualidade técnica. Mas não importa, este resultado não faz nenhuma diferença, talvez apenas para os jornalistas esportivos, que, como seus colegas de outras editorias, adoram manipular seus leitores (ouvintes e telespectadores) criando uma falsa expectativa de que o Cruzeiro estaria, ou deveria buscar a classificação no G4 coisa que qualquer um de nós sabia ser quase impossível. É o jogo midiático, sempre querendo criar factoides motivantes.

Destaques
Tivemos boas atuações como a de Marcos Vinícius, autor do gol Celeste. Nossa parte ofensiva também atuou bem. Willian, Ariel Cabral, Marcus Vinícius e De Arrascaeta deram um show à parte isso tudo NO 1º TEMPO. Uma pena que as substituições feitas foram como um balde de água fria e o time se acomodou bastante na partida (mais né? Porque na verdade o time nem jogou no 2º tempo). Mesmo assim ainda perdemos alguns gols feitos. Mas, mais impactante que as nossas mudanças foram as do Palmeiras que mudaram o panorama, tanto que quem entrou foi o que fez o gol do empate, sem falar na entrada do garoto Gabriel Jesus que deu uma canseira violenta na nossa zaga.

FICHA TÉCNICA:
PALMEIRAS 1 x 1 CRUZEIRO
Local: estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 21 de novembro de 2015, sábado
Hora: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Cristhian Passos Sorence (GO)
Público: 19.395 pagantes
Renda: R$ 836.744,50
Cartões amarelos: Mouche e Leandro Almeida (Palmeiras); De Arrascaeta (Cruzeiro)
Gols: Lucas Barrios, aos 25 minutos do segundo tempo (Palmeiras); Marcos Vinícius, aos 20 minutos do primeiro tempo (Cruzeiro)
PALMEIRAS: Fernando Prass; João Pedro, Nathan (Vitor Hugo), Leandro Almeida e Egídio; Thiago Santos, Arouca e Allione (Gabriel Jesus); Kelvin, Mouche e Cristaldo (Lucas Barrios)
Técnico: Marcelo Oliveira
CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Bruno Rodrigo, Manoel e Fabrício; Henrique, Willians e Ariel Cabral; Marcos Vinícius (Alisson), De Arrascaeta (Leandro Damião) e Willian (Marquinhos)
Técnico: Mano Menezes

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map