quinta-feira, 28 de abril de 2011

Cruzeiro vence Once Caldas fora de casa na Libertadores: 2x1

Once Caldas 1 x 2 Cruzeiro - Estádio Palogrande - Manizales/Colômbia - Libertadores 2011
Ortigoza, Ortigol - Fez a diferença!
Altitude ou atitude
O jogo não foi fácil. Quase vencemos por 2x0, mas repito o jogo não foi fácil. Fábio um dos melhores em campo fez defesas pontuais e importantíssimas. Nosso sistema defensivo, bem postado, mais uma vez, foi eficiente, a não ser no finalzinho do jogo quando deixou que o Once Caldas tramasse uma jogada dentro de nossa área, que resultou no seu gol aos 43 do 2º tempo. Não faltou atitude não. A altitude também não foi a principal responsável pelo desempenho eficiente, mas, anormal do time em campo. Claro que ela pode ter sim influenciado, afinal Montillo, Gilberto e principalmente Roger não jogaram metade do que costumeiramente jogam.
Wallygol - Wallyson deixou mais uma vez a sua marca.
A explicação?
A alteração tática que foi feita no time em decorrência das ausências importantes de Thiago Ribeiro e do lateral Pablo talvez tenham influenciado mais no desempenho do Escrete Azul. A reengenharia tática que o nosso Mestre Cuca foi obrigado a aplicar ao time é que pode ter sido, ao nosso ver, uma das principais variáveis que comprometeram a exibição Celeste. Era visível a falta de entrosamento de Brandão no ataque. Ele fez uma estréia regular, mas foi muito prejudicado pela falta de entrosamento dele com os companheiros, como também a falta de ritmo da equipe na nova distribuição tática da equipe. Leandro Guerreiro não foi mal, mas visivelmente não tem a velocidade de Pablo, nem 50% dela. Além disso o mesmo tem um perfil bem mais defensivo que ofensivo, o que contribuiu para a queda de rendimento do time.

Fez a diferença
Ortigoza. Ele sim! Fez a diferença ontem. Foi exímio em obedecer à recomendação do técnico de atentar para a linha de impedimento da defesa do time colombiano. Tínhamos até ali sofrido várias interrupções em nossas jogadas de ataque devido à marcação pela arbitragem de impedimentos. Ficou nítida a retração que ele, Ortigoza, fez nos dois lances principais do jogo. Quando recebeu a bola de Montillo, aliás nas duas vezes foi o craque Montilho que lhe passou a bola, e deu a assistência perfeita para que Wallyson fizesse nosso 1º gol,  tanto como na outra quando ele mesmo Ortigoza fez nosso 2º gol, aliás, um golaço do artilheiro paraguaio .


Montillo, Ortigoza e Wallyson. Responsáveis diretos pela vitória Celeste.

Sequência
Com mais essa vitória o Cruzeiro atinge a marca de 10 vitórias consecutivas. Mais que isso o Cruzeiro quebrou o tabu de que nenhum time brasileiro havia vencido o Once Caldas em seus domínios. Não que isso seja um feito excepcional digno de intensa comemoração. Não se trata disso. Estes fatos tem de ser registrados e realçados apenas para mostrar o quanto o time de Cuca tem sido efetivo e o quanto o Cruzeiro tem agradado seu torcedor. Esses números só corroboram a nossa satisfação de SERMOS CRUZEIRENSES.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map