sexta-feira, 7 de junho de 2013

Cruzeiro cumpre seu dever, vence o time da mídia: 1x0

Cruzeiro 1 x 0 Corinthians - Arena do Jacaré - 4ª rodada Brasileirão 2013
Elber recebe a falta que se transforma em pênalti. Dagoberto bate e converte.

Fábio, Elber e Dagol
Na ordem estes foram os destaques do jogo. Ninguém ganha sozinho um jogo ou um título no futebol. O futebol é um esporte coletivo, todos sabem disso tudo. Mas, o Fábio, o Élber e o Dagol ganharam esse jogo para nós, nessa ordem de importância. Fábio fez pelo menos 3 defesas fantásticas que nos salvaram de tomar uma sacolada do time paulista já que se uma ou duas entrassem (isso no 1º tempo) haveria ânimo e tempo para uma sonora goleada. Não que o Cruzeiro jogasse mal, mas eles repetiam o mesmo lance e em todas as vezes Pato saia de cara com Fábio, um pecado do nosso sistema defensivo. Impressiona como tem Cruzeirense que questiona o Fábio... impressiona muito.

O jogo 
Teve o domínio territorial e de posse de bola TODO do Cruzeiro. O Corinthians fazia essa jogada (lançando para o Pato) insistentemente e conseguia sempre seu objetivo E NINGUÉM VIA ISSO e achava um meio de neutralizar a jogada. Desta forma levava enorme perigo ao gol de Fábio. O Cruzeiro jogava entre a linha divisória e a grande área do adversário. Quase que o tempo todo, mas não entrava na área. Não levava testava Cássio. Incrivelmente, por falta de inspiração, talento, sorte e claro, por mérito defensivo do time paulista, que jogava recuado como time pequeno, o Cruzeiro não conseguia arrematar as jogadas. O 1º tempo foi todo assim, no segundo ainda jogamos um pouco melhor. Até que...

Elber
Enfim chegou o momento de substituir alguém. Enfim chegou a vez de Elber entrar no jogo e mais uma vez mudar o panorama do mesmo. Em duas jogadas logo após entrar ele mostraria o motivo do carinho da Nação Azul por ele. Numa errou a pontaria, mas foi a melhor chance do Cruzeiro até ali. Noutra foi derrubado e o juiz, enfim, sem temer a repercussão na mídia, marcou CORRETAMENTE o pênalti. Dagoberto bateu e bateu muito bem. No canto e com força. Simples como deve ser. A simplicidade na maioria das vezes traz o sucesso com ela. Ainda tivemos um lance no 1º tempo que nos fez lembrar aquele jogo do Brasileiro de 2010. Com o mesmo Gil protagonizando. Só que agora com outra camisa. Fossem invertidas as camisas do Gil e do A.Ramon e não tenho dúvidas que o juiz marcaria pênalti à favor da camisa Corintiana.



FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 1 X 0 CORINTHIANS
Local: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)
Data: 5 de junho de 2013, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Fábio Pereira (TO) e Luiz Carlos Silva Teixeira (BA)
Cartões amarelos: Bruno Rodrigo (Cruzeiro); Emerson e Gil (Corinthians)
Cartão vermelho: Fábio Santos (Corinthians)
Gol: Dagoberto, aos 39 minutos do segundo tempo
CRUZEIRO: Fábio; Ceará (Mayke); Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Nilton, Leandro Guerreiro, Everton Ribeiro (Elber) e Diego Souza; Dagoberto e Anselmo Ramon (Luan)
Técnico: Marcelo Oliveira
CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Guilherme, Emerson, Douglas (Romarinho) e Danilo; Alexandre Pato
Técnico: Tite

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map