domingo, 15 de setembro de 2013

Raposa resiste à passagem do Furacão, apesar da arbitragem: 1x0

Cruzeiro 1 x 0 Atlético - Mineirão - 21ª Rodada - Camp. Brasileiro de 2013
Com o gol anulado foi NILTON quem nos garantiu a vitória.
O furacão passou
Mas não foi capaz de derrubar a Raposa no Mineirão. O Cruzeiro quebrou mais uma sequência de vitórias de um time no Brasileiro. Foram 13 partidas seguidas de invencibilidade do Atlético Paranaense que o Cruzeiro quebrou. Agora o próprio Cruzeiro é quem vai construindo uma marca espetacular. Essa foi a sétima vitória consecutiva e no Novo Mineirão o Cruzeiro só empatou um jogo e já venceu 18 jogos, uma marca respeitável.

A covardia do árbitro
Um jogo difícil e que será marcado pela polêmica do gol incorretamente anulado pela falta de preparo e humildade do árbitro e pela falta de preparo da bandeirinha. A Katiuscia equivocou-se totalmente no lance que resultou no gol legal de Ricardo Goulart. Nem ele nem Borges estavam impedidos. A bandeira levantou a bandeirinha, mas imediatamente abaixou-a e correu em direção ao meio do campo. Ou seja, errou mas recuperou-se na sequência, pena que a covardia e a incompetência do árbitro que deveria ter aguardado mais para apitar o lance foram determinantes para que ele jogasse toda a culpa na assistente. Pode não existir conluio para prejudicar alguns times. Pode também não haver conluio para favorecer outros. Mas com certeza há uma atitude velada contra times de fora do eixo. JAMAIS UM LANCE DESSE PREJUDICARIA um time do eixo e ficaria impune.

O jogo
Diante desse lance infeliz o Cruzeiro teve muitas dificuldades para conseguir a vitória. Não podemos deixar passar em branco o outro gol anulado de Borges. Houve impedimento, mas num lance em que se o gol fosse validado não poderia ser cobrado da arbitragem dada a dificuldade do mesmo. Mas nesse lance eles se preocuparam em ser eficientes. Como disse Marcelo Oliveira foi uma "vitória consistente". O Cruzeiro foi superior mas o time paranaense não deu folga, principalmente no final do jogo. Bola no travessão, bola na rede pelo lado de fora e no fim mais uma vitória importante no tal jogo de 6 pontos. Parabéns GUERREIROS, parabéns TORCIDA. Pêsames arbitragem.

Marcelo tem conseguido focar o time e fazê-lo funcionar da melhor maneira possível.

FICHA TÉCNICA 
CRUZEIRO 1 X 0 ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 14 de setembro de 2013 (sábado)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Katiuscia Berger Mendonça (ES)
Cartões amarelos: (Cruzeiro) Everton Ribeiro (Atlético-PR) Deivid, Maranhão, Weverton
Gol: Cruzeiro: Nilton, aos 35 minutos do primeiro tempo
CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Bruno Rodrigo, Dedé e Egídio; Nilton, Lucas Silva, Everton Ribeiro (Alisson) e Ricardo Goulart; Willian (Lucca) e Borges (Júlio Baptista)
Técnico: Marcelo Oliveira
ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Maranhão; Bruno Silva, João Paulo, Deivid (Felipe) e Everton; Marcelo (Dellatorre) e Ederson (Roger)
Técnico: Vagner Mancini

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map