quinta-feira, 26 de março de 2015

Cruzeiro no sufoco, consegue empate no Mineirão: 1x1

Cruzeiro 1 x 1 Mamoré - Mineirão - 8ª rodada(*) - Camp. Mineiro 2015
Sufoco
Sim, sufoco. Foi uma dificuldade evitar a derrota para o Mamoré. Tudo já indicava que perderíamos a 1ª no Camp. Mineiro em pleno Mineirão e exatamente para um time que jamais havíamos perdido um jogo. Até começamos muito bem, sufocando o Mamoré em seu campo defensivo. Foi uma verdadeira blitz mas que esbarrou nas boas defesas do goleiro do adversário. Isso ocorreu nos primeiros 15 ou 20 minutos do 1º tempo. Depois o Cruzeiro aceitou o ritmo imposto pelo time do interior e a partida ficou burocrática. O Mamoré não tinha meio-campo nem ataque. Só fazia se defender e isso fazia até bem, dada a falta de inspiração e qualidade do nosso meio e setor ofensivo. Aos 10 do 2º tempo numa das únicas vezes que o Mamoré tentou uma jogada de ataque, na cobrança de um escanteio abriu o placar. 

Fechado
Se o time já jogava fechado, tentando um empate com seu gol se fechou ainda mais e desistiu de vez da parte ofensiva. O Cruzeiro continuava martelando mas sem nenhuma efetividade não conseguia marcar o gol de empate. A displicência do 1º tempo que fez com que não matássemos o jogo logo a cada minuto nos faria ficar mais caro o empate. A vitória a cada minuto que passava parecia mais longe. Não dava para acreditar que iríamos perder em pleno Mineirão para um time totalmente limitado. Não dava, mas isso era muito previsível dadas as condições do jogo. Judivan não estava numa boa noite, Gilson participava pouco na parte ofensiva, Joel ainda é esforçado, mas parecia desnorteado. Riascos? Aqui como já dissemos algumas vezes não gostamos de criticar jogadores, preferimos destacar os que sobressaem, mas como evitar o trocadilho: Fiascos?

Os que ainda se destacaram
Numa noite infeliz, de péssimo futebol ainda podemos destacar a atuação do nosso salvador da noite, Leandro Damião, que fez o gol do empate (SÓ AOS 41 do 2º tempo) e que lutou o tempo todo. Humilde, assumiu a culpa pelo gol do Mamoré, disse ter bobeado na marcação do autor do gol. Léo na defesa e Mayke na lateral também deram de forma destacada sua contribuição. Marcos Vinícius que estreou, entrou bem e foi o responsável pela jogada do gol. Valeu a manutenção da liderança, mas foi só. Um jogo realmente para ser esquecido, ou não, caso possa ser usado como exemplo de péssima atuação a ser evitada.


FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 1 x 1 MAMORÉ
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 25 de março de 2015, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Jerferson Antônio da Costa (FMF)
Assistentes: Marcus Vinícius Gomes (FMF) e Felipe Alan Costa de Oliveira (FMF)
GOLS
CRUZEIRO: Leandro Damião aos 41 minutos do segundo tempo
MAMORÉ: Juliano, aos nove minutos do segundo tempo

CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Léo, Paulo André (Manoel) e Gilson; Willian Farias (Marcos Vinicius), Henrique, Riascos (Neilton) e Judivan; Joel e Leandro Damião
Técnico: Marcelo Oliveira

MAMORÉ
: Gilberto; Bruno Limão (Radar), Pablo, Juliano e Thales; Ernani, Maxsuel, Erick (Denilson) e Jhonantan Reis; Luizinho e Charles (Diego Sales)
Técnico: Pael

(*) Jogo que havia sido adiado.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map