sexta-feira, 3 de junho de 2016

Enfim a primeira vitória: 1x0

Botafogo 0 x 1 Cruzeiro - Est. Mané Garrincha - 5ª rodada - Brasileirão 2016  
Elber, fez a alegria de Bento e da Torcida Azul.
Começou
Parece que enfim começamos a disputar o Brasileirão 2016. A vitória contra o Botafogo é importante, sobretudo se analisarmos nossos compromissos na sequência. Pedreira pura. A hora de vencer era esta. Acumular 3 pontinhos para juntar aos 2 que já tínhamos era muito importante. Pois bem, no sufoco (no 2º tempo) vencemos. Com muita facilidade no 1º tempo e muita dificuldade no 2º a vitória foi ainda justa.

O jogo e a ilusão
O Cruzeiro começou como tem começado todos os seus jogos na temporada. Dominava as ações totalmente, tinha a posse de bola mas não era efetivo. Aos 26 do 1º tempo, num lance de empenho pessoal de Elber conseguimos abrir o placar com o gol que nos garantiria a vitória. Ainda noutro lance, o mesmo Elber mandaria uma bola na trave. A ilusão referida acima se dá ao fato de que o Cruzeiro parece jogar bem, não deixa o adversário jogar e domina o jogo mas, NÃO TRANSFORMA ISSO num resultado efetivo, ou seja, não marca os gols. Neste jogo ainda nos mantivemos vitoriosos, mas, não é o que tem ocorrido. Dominamos os jogos totalmente, aí, num lance fortuito, num erro individual o adversário vai lá e marca um gol e acaba vencendo ou empatando. Muita gente enxerga evolução no time, eu não. Esse script tem sido repetido a exaustão em todos os nossos jogos. Neste jogo em particular tivemos o script sendo desenrolado perfeitamente no 1º tempo. Poderíamos ter saído para o intervalo com pelo menos 3x0. Não ocorreu. No 2º tempo não jogamos nada, não marcamos e deixamos o fraco Botafogo (muito desfalcado) nos pressionar quase que o tempo todo. Foi pura sorte combinada com incapacidade do time carioca não termos perdido este jogo. Bento esta lascado... terá muito trabalho para tornar este time competitivo e precisará sim de bons reforços, senão, teremos contar com milagres.

Dificuldade
O que pode explicar a situação do time. Não finaliza, não consegue furar os bloqueios defensivos, não marca gols. Este é sem dúvidas o problema do Time Celeste neste 2016. Seca de gols. Nosso saldo de gols é negativo (-3) só tem dois times com saldo pior que o nosso. O que nos falta? Um goleador? Um armador? Laterais que saibam lançar na área para finalização? Acho que a atenção no Cruzeiro tem de ser para este aspecto, aí reside nosso maior problema. A volta de Alisson pode ser muito interessante, ele é um jogador objetivo, que visa sempre o gol, muito embora ele seja acometido mais que o normal de lesões. Há a necessidade de outros nomes para substituí-lo nos momentos em que não possa jogar.


FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0 X 1 CRUZEIRO
Local: Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Data: 1 de junho de 2016 (Quarta-feira)
Horário: 21h45(de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Vanderson Antonio Zanotti (ES) e Luciano Roggenbaum (PR)
Renda: R$ 467.030,00
Público: 7.057 pagantes
Cartões amarelos: Anderson Aquino (Botafogo); Bruno Rodrigo, Marciel e Bruno Viana (Cruzeiro)
GOL: Elber, aos 26min do primeiro tempo
BOTAFOGO: Helton Leite; Diego, Emerson Silva, Emerson Santos e Victor Luis; Dierson, Fernandes (Neilton) e Bruno Silva; Salgueiro (Leandrinho), Anderson Aquino e Ribamar (Sassá)
Técnico: Ricardo Gomes
CRUZEIRO: Fábio; Lucas, Lucas, Bruno Viana, Bruno Rodrigo e Bryan; Henrique, Lucas Romero, Elber (William), Robinho (Marciel) e De Arrascaeta; Riascos (Alisson)
Técnico: Ricardo Peres (interino)


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map