segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Em jogo tumultuado pela arbitragem Cruzeiro empata: 2x2

Cruzeiro 2 x 2 Santos - Mineirão - 36ª rodada - Brasileirão 2016


Tumultuado
É o mínimo que podemos dizer deste jogo. A arbitragem confusa, injusta e de péssima qualidade prejudicou por demais o espetáculo. O que poderia ter sido um jogão, foi um show de babaquices da arbitragem, sobretudo contra o Cruzeiro. Já dissemos aqui que é impressionante como prejudicam sempre o Cruzeiro até mesmo em sua própria casa. Dos times grandes do Brasil acho que o Cruzeiro é o único que não respeitam nem seus domínios. O jogo teria sido vencido por nós não fossem os erros, a expulsão totalmente injusta e a omissão na marcação de lances favoráveis ao Cruzeiro, mesmo que o gol de Manoel fosse invalidado.

O jogo
O Cruzeiro jogou melhor indiscutivelmente. O Santos foi dominado pelo Maior de Minas e não fosse a "mãozinha" e com um pouquinho mais de sorte nossa sairia goleado do Mineirão. Incrível como o vice-líder do campeonato não conseguiu pressionar o Cruzeiro nem impor seu futebol. O lance do gol de empate do Santos foi pura bobeira de Lucas Romero que atrasou mal uma bola. O outro gol foi de pênalti também uma bobeira de Lucas Romero que outro juiz com certeza não marcaria já que não foi uma jogada incisiva. Lance interpretativo e muito duvidoso.


Diretoria omissa
Um dirigente do Cruzeiro até falou alguma coisa sobre o PÉSSIMO (para não falar o que realmente esta na cabeça) árbitro, o tal Heber R. Lopes. Péssimo mesmo, mas SEMPRE e PRINCIPALMENTE contra o Cruzeiro. É inaceitável que este sem vergonha ainda apite jogos do Time do Povo. Não é a 1ª vez que saímos prejudicados, é apenas mais uma vez. Não tem um jogo do Cruzeiro que este sujeito desqualificado apita que faça uma arbitragem imparcial. Uma VERGONHA que a diretoria precisava corrigir, pedindo o banimento desta pessoa do quadro de árbitros da CBF. Segundo o diretor do Cruzeiro este bocó ainda insultou o craque Arrascaeta em campo, isto precisa ser visto pela CBF, afinal ele acabou inclusive expulsando Arrascaeta noutro lance totalmente interpretativo que nenhum juiz daria o vermelho direto, só este insignificante mesmo.


FICHA TÉCNICA:
CRUZEIRO 2 X 2 SANTOS
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 20 de novembro de 2016, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC/FIFA)
Assistentes: Kleber Lúcio Gil (SC/FIFA) e Carlos Berkenbrock (SC)
Cartões amarelos: CRUZEIRO: Lucas Romero, Henrique e Alisson. SANTOS: Vanderlei, Lucas Lima e Jean Mota.
Cartão vermelho: Arrascaeta.
Público: 13.902
Renda: R$317.185,00
GOLS
CRUZEIRO: Arrascaeta, aos 21 minutos do primeiro tempo e Manoel, aos 43 do segundo.
SANTOS: Ricardo Oliveira, aos 2 e aos 16 do segundo tempo.
CRUZEIRO: Rafael, Lucas Romero, Léo, Manoel, Bryan; Henrique, Ariel Cabral (Bruno Nazário), Arrascaeta, Robinho (Marcos Vinicíus); Willian (Ábila) e Alisson.
Técnico: Mano Menezes

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Fabián Noguera (Léo Cittadini) e Zeca; Renato, Thiago Maia (Jean Mota) e Lucas Lima; Vitor Bueno (Lucas Veríssimo), Copete e Ricardo Oliveira.
Técnico: Dorival Júnior


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map